Pagine

Clique para entrar

quarta-feira, 15 de março de 2017

Filò Reviver e Vivenciar foi grande sucesso em Chopinzinho-PR

Numa iniciativa dos locutores italianos, Nestor Luiz Morgan, Valdecir Santo Trentin, com a colaboração de Marlene Comin, do Programa Avanti Taliani, que vai ao ar todos os sábados, das 12h30min às 14h, pela Rádio Difusora América, 1140 AM, de Chopinzinho, Estado do Paraná, foi organizado pela terceira vez um FILÓ ITALIANO, em parceria com membros de comunidade.

O primeiro Filó aconteceu na Linha Aparecida; o segundo na comunidade de Santo Antonio, estes no ano de 2016 e, o terceiro na Água Amarela, no dia 11 de março passado.

Em cada comunidade os Filós aconteceram nas suas particularidades, porém em cada um o mesmo objetivo, o de passar horas alegres, cantando lindas canções, degustando um bom vinho, rezando, jogando quatrilho, jogo da mora, enfim, passamos através do Filó um pouco de cultura, gastronomia e lazer dos nossos antepassados.

Cada participante leva um prato de comida ou bebida para compartilhar. As famílias da comunidade doam frango e preparam o brodo e há quem compartilha lindas histórias e lembranças através de objetos antigos, que trazem e colocam no ambiente preparado para exposição.

No passado, o Filó consistia basicamente num encontro de pessoas (famílias) na casa de alguém. Hoje se opta em realizar no Centro Comunitário da comunidade, abrangendo assim muitas pessoas com o mesmo sentimento de reviver e vivenciar os Filós.

Um pouquinho da história: A palavra Filó origina-se do trabalho artesanal de fiação que as mulheres faziam nos encontros, ainda na Itália, nos estábulos, nas noites longas de inverno, repartiam a comida, o calor e economizavam energia, pois até a lenha devia ser poupada. Aos poucos o Filó fortificou-se, e as famílias se reuniam com o objetivo de diminuir a solidão e a saudade da Pátria e dos familiares. Saíam de suas casas cantando felizes, com um tição ou um ferral (lampião) para iluminar o caminho, e ao mesmo tempo cantando para espantar o medo dos animais, o medo da floresta, e também para que os vizinhos ouvissem e se juntassem a eles.

No Filó, após a reza do terço, os homens iam para um ambiente para jogar, beber vinho, tratar dos negócios, confeccionar instrumentos de trabalho e contar causos. As mulheres iam para outro ambiente onde falavam sobre a família, fiavam linho e lã de ovelha, (para vestes), faziam a Dressa (trança de palha) para fazer chapéus, cestas de palha (sporta) e bordados. Nestes encontros comiam pinhão, batata doce, amendoim, pipoca, fregolá e o bom vinho.

Carinhosamente, os locutores do Avanti Taliani, agradecem a participação e colaboração de todos. Cada edição reuniu centenas de pessoas e, todos estão convidados para os próximos que estão sendo programados para este ano ainda, com datas a serem divulgadas pelo programa e redes sociais. Com a canção Mérica, Mérica, homenageamos a todos os descentes italianos.

Dalla Italia noi siamo partiti. Siamo partiti col nostro onore. Trentasei giorni di macchina e vapore, e nella Merica noi siamo arriva'.

Merica, Merica, Merica, cossa saràlo 'sta Merica? Merica, Merica, Merica, un bel mazzolino di fior.

E alla Merica noi siamo arrivati. no' abbiam trovato nè paglia e nè fieno. Abbiam dormito sul nudo terreno. come le bestie andiam riposar.

E la Merica l'è lunga e l'è larga, l'è circondata dai monti e dai piani, e con la industria dei nostri italiani abbiam formato paesi e città.

Chopinzinho, março de 2017.
Texto: Marlene Comin.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou?Comente aqui e se possível inscreva-se.