Pagine

Clique para entrar

RÁDIO AMICI DEL TALIAN NO AR

sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

Poesia, indovinelo con Leonardo Quagioto - Veneto e português



Dialeto Veneto

Poesia

Tromba de culo, sanità de corpo,
se la tromba non sona, el corpo xè morto.
Quel vento aromatico che vien da quela sfesa,
en lengua italiana se ciama scoresa.


Poesia
Se movarà el vento,
se cambiarà el tempo,
ghe ne farà tanta che lù nol savarà quanta (piova).
E mi slungarò el passo,
buto xò el saco (se parla de un saco pien de piati e biceri),
ghin farò tanti che lù nol savarà quanti (tocheti de piati e biceri roti).


Indovinello


Chi la fa, la fa par vendare,
chi la compra, non la dopara,
chi la dopara, non la vede:
Che roba xela?

Risposta
La xà la cassa da morto, dita anca “paletò sensa maneghe” (così dise me mama, mi non lo gò mai sentio...).


Português


Poesia

Trombeta de traseiro, saude do corpo,
se a trombeta não tocar, o corpo está morto.
Esse vento cheiroso,que vêm daquela ranhura,
no idioma italiano chama-se "scoreda"(peido).


Poesia


Irá o vento,
mudará o tempo,
cairá assim tanta que ela não saberá quanta (chuva).
E eu alongarei o passo,
jogo abaixo o saco (fala-se de um saco cheio de pratos e copos),
fazarei tantos que ele não saberá quantos (pedacinhos de pratos e copos quebrados).


Enigma ( O que é o que é)


Quem constrói, faz para vender,
quem compra, não usa,
quem usa, não vê:
O que é?



Resposta


A caixão, também nomeada “casaco sem mangas” (diz minhã mae, eu nunca sabia....)

Por: Leonardo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou?Comente aqui e se possível inscreva-se.