Pagine

Clique para entrar

quarta-feira, 6 de agosto de 2014

Imparare talian o Italiano?Aprender talian ou italiano?

                                                               

Enquete encerrada: 

A pergunta foi:
Qual a língua você gostaria que fosse ensinado nas escolas?
As opções foram estas?

Talian?
Italiano?
Ambos?
Outros dialetos?

O resultado foi o seguinte:

Talian: 42%
Italiano:28%
Ambos: 30%
Outros dialetos: 0%

Clique aqui para saber a diferença entre Talian, Italiano e Dialeto Vêneto.

17 comentários :

  1. Elio Dalazen:
    Dele volte scrivo em le mie pagine del facebook, par diversi amicci el
    talian que ho imparato con i miei genitori, e parlo a tutti que posso a
    studiar el nostro talian, parche le volte que sono stato in Italia, me hó
    fato capire com el nostro talian. Avanti e sú cole botche.

    ResponderExcluir
  2. Fioronda Beltrame:
    como so desendete de italiania doro ovir falar esta lingoa

    ResponderExcluir
  3. Mi son talian, discendenti di veneti, penso che prima de tutto è giusto imparar el talian, la nostra lengua mamma, ma anca se pol imparar el italiano gramaticale per andar conoscer la Itália.

    ResponderExcluir
  4. Votei no Talian. Observo que "tecnicamente", o Talian é uma língua brasileira. O vêneto é o seu principal dialeto formador, mas o seu reconhecimento como patrimônio cultural imaterial - língua de referência cultural brasileira pelo IPHAN - Instituto de Patrimônio Artístico e Cultural Nacional - atendendo legislação internacional, em especial da UNESCO, e brasileira - trata o Talian como língua brasileira com sua própria gramática.
    Observo que há vários falares de origem italiana no Brasil. É possível que em alguns locais o Vêneto e outros dialetos tenham se mantido na sua forma original. Como devem existir ou tras misturas linguisticas diferentes da que deu origem ao Talian.
    Por isso, seria necessário que outros inventários linguisticos - além do Talian - fossem feitos. Para que cada falar fosse conhecido nas suas particularidades de formação e de utilização.
    Quem deve tomar a iniciativa para o inventário e o reconhecimento de uma língua, pela lei brasileira, é o grupo que a utiliza.

    ResponderExcluir
  5. Io vivo nel Brasile e parlo il italiano , dove ho imparato nelle scuole perche mia mamma me hai domandato per imparare, ma (scrivo in dialeto adesso) me piase de parlare el talian anca, ensieme con la fameia perche el italiano nissun capisse, allora saria bello imparar el talian perche penso che de quei che parla, 5% scrive giusto, allora saria bel imparar scriver....

    ResponderExcluir
  6. Nedi Terezinha Locatelli:
    O Talian está em processo de reconhecimento como língua de referência cultural brasileira. Quando efetivamente for reconhecido, os municípios onde foi inventariado, serão comunicados pelo MinC porque - como bem cultural reconhecido - fará jus a ações de valorização e salvaguarda da parte do poder público, conforme legislação. O ensino do Talian - como uma ação de valorização - poderá ser tanto formal como informal. Mas terá que estar de acordo com o Plano de Salvaguarda que ainda não foi nem chamado para discussão porque o ato de assinatura do registro do Talian no Patrimônio Imaterial ainda não aconteceu. Tudo indica que acontecerá em novembro, num evento internacional.

    ResponderExcluir
  7. Nedi Terezinha Locatelli:
    Meu voto é pelo ensino do Talian.

    ResponderExcluir
  8. Nedi Terezinha Locatelli:
    Conhecer a Língua Italiana é uma necessidade. É uma das línguas mais faladas no mundo. Mas conhecer e falar o Talian também é importante. É a primeira língua de imigração a ser reconhecida no Brasil e na América Latina, provavelmente no mundo. O seu registro como bem cultural imaterial significa que recebe seu "certidão de nascimento"; não é mais um dialeto. E como língua que passa a ser já tem dicionário e muitas obras publicadas. É a resistência cultural para o conhecimento da verdadeira história dos imigrantes tanto na Itália como no Brasil.

    ResponderExcluir
  9. Ivanir Signorini:
    Nedi Terezinha Locatelli para ser língua precisa: 1) Um povo que fala (somos mais de 500 mil e acho que até milhões que falamos TALIAN); 2) Dicionários e obras escritas (O TALIAN possui); 3) Uma gramática (O TALIAN possui); O reconhecimento oficial do Estado (Serafina Correa cooficializou e os Estados do RS e SC o reconhecem como patrimônio imaterial). Logo, o TALIAN é uma língua variante de vêneto.

    ResponderExcluir
  10. Ivanir Signorini:
    O vêneto É uma língua mais antiga que o Português de Camões e que o dialeto toscano oficializado na Itália e chamado de italiano ou italiano gramatical.
    Nossos antepassados vieram para o Brasil devido as guerras de unificação da Itália e ainda não eram italianos. Todos falavam vêneto e falares da região (exceto poucos). Nossa língua TALIAN é o vêneto. Logo, devemos aorender TALIAN e não italiano. Aprendemos italiano como se fosse outra língua mas não é a língua dos nossos nonos e bisnonos que foram tidos como ignorantes por não falar o pirtuguês e nem o italiano. Mau sabem a maioria que eles falavam outra língua: o vêneto.
    Em honra a minhas raízes vênetas usei o italiano só no mestrado que fiz na PUC-SP e depois decidi não aprender para não perder a minha língua TALIAN. Tenho orgulho de falar em qualquer meio acadêmico que falo Talian. Honro e honrarei sempre minhas raízes, meus bisnônos, nônos e pai e mãe que falam ou falavam TALIAN.

    ResponderExcluir
  11. Nedi Terezinha Locatelli:
    Oi, Ivanir Signorini. E entre as tantas obras escritas em Talian, Nanetto Pipetta, foi em editado em português, italiano, espanhol, francês, talian e no dialeto alemão hunrück. O Talian é considerada a última língua neolatina por estudiosos.

    ResponderExcluir
  12. Nedi Terezinha Locatelli:
    Mas como você, Ivanir, colocou muito bem, a Língua Italiana não é a nossa língua materna. Minha família falava o bergamasco. E a pergunta desta enquete trata do ensino nas escolas. Não vejo porque gastar recursos (financeiros e humanos) do nosso país para ensinar a língua de outros países.

    ResponderExcluir
  13. Nedi Terezinha Locatelli:
    A justificativa que o inglês é língua comercial e universal (e é importante ser aprendido sim) não pode impedir o ensino dos falares regionais. Todos os técnicos agrícolas formados, por exemplo, tem que aprender inglês. Quantos - de fato - irão utilizar a língua? Alguns. Quantos destes técnicos agrícolas irão trabalhar com os produtores rurais e poderiam ter um desempenho melhor por conhecerem a língua de origem? Muitos.

    ResponderExcluir
  14. Ivanir Signorini:
    Nedi Terezinha Locatelli concordo com você. No entanto, li algo acho que do Darcy Loss Luzzatto onde escrevia (ou era um filme no youtube?) sobre o Italiano oficial onde dizia mais ou menos assim: Pra que aprender o italiano oficial? Para falar só na Itália? Se for para relações internacionais é muito melhor fazer inglês. Nem com os descendentes de italianos aqui no Brasil é possível conversar pois falam TALIAN (o nosso vêneto). Pensei e vi que ele tinha razão.
    Eu só usei para o meu mestrado e leio italiano quando preciso e isso me basta.
    Agora o que quero é falar, escrever e ler bem em TALIAN e advinhem quem vou conversar e apreender? Os antigos que não sabem ler nem escrever mas que são doutores em falar TALIAN. Fiz três faculdades, um mestrado e leciono em cursos de graduação e pós para descobrir meus verdadeiros mestres e doutores em falar TALIAN: os nonos e bisnonos, os nossos pais e colonos analfabetos e 'gnorantes'. Tenho orgulho dessa gente e os imito, quero ser um falador de TALIAN como eles.

    ResponderExcluir
  15. Bem, a região sul do Brasil tem o hábito de falar o Talian, mas se for pensar em outras regiões do Brasil como no sudeste, nordeste e norte do país o Talian não é falado e nem conhecido. Para o Brasil todo, eu acho mais importante ensinar nas escolas o Italiano, pois teria a opção de mais um idioma oficial a ser encinado. Muitas escolas poderiam escolher ensinar o Italiano e Inglês, e no vestibular os alunos poderiam ter a opção de estudar o Italiano em vez do Francês, que parece ser mais longe do nosso idioma Português, e tb para ajudar os vários descendentes de Italianos no país a falar o idioma de seus ancestrais. Eu não entendo porque temos que aprender o Francês nas escolas, se poucas pessoas aqui não tem ligação com a França. Os idiomas deveriam ser na minha opinião: O Inglês, o Espanhol e tb o Italiano.

    ResponderExcluir
  16. Ola.Eu estudei italiano na plataforma https://preply.com/pt/Lisbon/professores--italiano. Além dos professores locais, quem está disposto a ter aulas online também pode encontrar tutores em outros países
    Eu estou procurando mais opções de formação. Pode me Ajudar?

    ResponderExcluir

Gostou?Comente aqui e se possível inscreva-se.