Pagine

Clique para entrar

domingo, 28 de fevereiro de 2016

Per i nostri nonni/ Para nossos avós (música)

Para ver letra e tradução de outras músicas clique aqui.
Para baixar essa música clique aqui.

Ouça clicando no player abaixo:

Ragazzi dei Monti



Mi ricordo con molto affeto, dei momenti passati con voi
Nostra stòria le nostre canzone, el vostro viso felice per noi
Vostra casa de terra e mattoni, fata tutta di forza e sudore
accoglieva con simplicità, vostri nipotti la mamma el papà.

Darente a casa el forno aspetava la nonna grisa co'l pane slevà
drio monzer vache il nonno osava perché le vache lo féa tribulà
dopo sena di polenta e di latte, tutti stanchi de tanto lavorare
si postavano su'l leto di pàia e cuccino di pene di gallo.


Alla domenica andavano a messa, alla Madona e Gesù ringrazià
per la vita de tutti i parenti e per la uva che hanno vendemià
Quante dresse e quanti capèi, quanti sogni e quante emossion
Con la pàia nele mani invecchiate, e la speranza come devossion

La nonna vicino al focolare, sgranava per noi la corona,
con la fede dei nostri imigranti e le speranze portata del mare
cari nonni la stòria ascoltata, la vostra Itàlia per sempre lontana
un figlio al anno avete creato,senza aspetare dal cielo la mana.


Quante volte la nonna chiamava, cari tosati venite fin qua
Per magnare suo buono formàio, ensieme a bacci e felicità
e el nonno con sua bontà, beveva vino di sua cantina
la faccia rossa come un peveron, le vechie mani de un uomo bon.

La polenta non poteva mancare, la mescola sembravano cantare
e la caliera giala del tempo, con sapore di puro sentimento
cari noni mi avete ensegnà, a cantare oilairi oilaira
Oggi mio canto lo fago per voi, il cammino del cielo per noi

Te go visto piantando vignài, nonno mio quanto lavorar
ensieme a tutti ei problemi della vita, trovava un tempo a i nipoti ascoltà
Cara nonna che simplicità, che cuore grando che maestà
Per sempre voglio ti ringraziare, e nel mio cuore tu resterài

Ci sono solo le ricordazione, cari nonni non siete piu qua
Ensegnamenti e le vostre parole, sarano sempre nostro caminar
Canto e amo perché ho imparato a vìvere in società,
guadagno tutte le tribulazione, niente de male me sucederà.

Tradução para português




Eu me lembro com muito carinho dos momentos passados com vocês
Nossas histórias e nossas canções, vossos rostos felizes por nós
vossa casa de terra e tijolo feita toda com força e suor
acolhia com simplicidade, seus netos o pai e a mãe.




Próximo a casa o forno esperava a avó grisalha com o pão fermentado,
tirando o leite o vô brigava, porque as vacas o faziam sofrer
depois da janta de polenta e de leite, todos cansados de tanto trabalhar
dormia-se sobre um colchão de palha e travesseiros de pena de galo.

Aos domingos íam a missa para Nossa Senhora e Jesus agradecer
Pela vida de todos os parentes e pela uva que havíamos colhido
Quantas transas e quantos chapéus, quantos sonhos e quantas emoções
com a palha nas mãos envelhecidas e a esperança como devoção

A vó próximo a lareira rezava para nós o terço
Com a fé de nossos imigrantes e a esperança trazida do mar
caros avós a história ouvida, a vossa Itália para sempre longe
um filho por ano vocês criaram sem esperar do céu o maná.


Quantas vezes a vó chamava, caras crianças venham até aqui
para comer seu bom queijo junto com beijos e felicidade
e o vô com sua bondade bebia vinho de seu porão
o rosto vermelho como pimentão, as velhas mãos de um homem bom

A polenta não podia faltar, a apá parecia cantar
e a panela da polenta amarela do tempo, com sabor de puro sentimento
caros avós me ensinaram a cantar oilari oilairai
hoje meu canto faço pra vocês, é o caminho do céu para nós.

Te vi plantando parreirais, meu avô quanto trabalhar
junto a todos os problemas da vida, encontrava um tempo para ouvir os netos
cara avó que simplicidade, que coração grande, que majestade
para sempre quero te agradecer e em meu coração você permanecerá.

Restam apenas recordações, caros avós não estão mais aqui
ensinamentos e vossas palavras, sempre serão nosso caminhar
canto e amo porque aprendi a viver em sociedade
ganharei todos os sofrimentos, nada de ruim me acontecerá.

Letra e música: Ragazzi dei Monti/Compósição: Alvaro Manzoni.

Para ver letra e tradução de outras músicas clique aqui.






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou?Comente aqui e se possível inscreva-se.