Pagine

Clique para entrar

terça-feira, 1 de março de 2016

Ipumirim-SC será sede de encontro muito importante sobre pontos de cultura


PONTOS DE CULTURA
Lei n• 13.018, 22/07/2014 - Política Nacional de Cultura Viva

Data: 12/março/2016 - sábado
Local: Clube dos Idosos – Ipumirim – SC (ao lado da Igreja Matriz Sagrada Família)

Promoção:
FEIBEMO – Federação das Entidades Ítalo-Brasileiras do Meio Oeste e Planalto Catarinense
 Assossiassion Taliani d’ Ipumirim

Apoio:
AMAUC – Associação dos Municípios do Alto Uruguai Catarinense
Município de Ipumirim

Programação:
*8h às 9h – Inscrições – R$ 15,00 (participante)
*9h – Abertura
*9h30 às 10h30 - Sistemas de Cultura: Nacional, Estaduais e Municipais. Alexandre Gouveia Martins. Escritório MinC SC
*10h30 às 10h45 - Intervalo com lanche
*10h45 às 12h - Cultura Viva - Pontos de Cultura. Sergio Luiz Melere. Comissão Nacional Executiva dos Pontos de Cultura
*12h às 13h30 - Almoço
*13h30 às 15h - Cultura Viva Santa Catarina - Perspectivas Culturais. Carolina Freitas. Fundação Catarinense de Cultura.
*15h às 15h15 - Intervalo
*15h15 às 16h30 – Autodeclaração de Pontos de Cultura. Mini Oficina. Sergio Luiz Melere. Comissão Nacional Executiva dos Pontos de Cultura
*16h30 – Encerramento

Quem pode participar do Encontro:

todos os fazedores de cultura
adultos, jovens e idosos
pessoas com conhecimentos tradicionais e populares e pessoas com formação acadêmica 
associações e grupos culturais constituídos ou não, cooperativas, pessoas jurídicas, coletivos e pessoas físicas
comunidades rurais e urbanas, bairros, vilas, associações de moradores
autoridades: vereadores, prefeitos, secretários e gestores ou profissionais de todas as áreas de atuação e entidades do poder público, de entidades religiosas, esportivas e outras que atuem com Cultura, Educação e Cidadania
universidades, institutos tecnológicos, dirigentes educacionais e professores e escolas, inclusive APAEs e outras
falantes de dialetos e falares étnicos e regionais, músicos, cantores, repentistas, trovadores, atores / atrizes, artistas, fotógrafos, pintores, artesões, produtores de arte digital e de audiovisual, comunicadores de rádio, jornal, TV e mídia livre, capoeiristas, coralistas, dançarinos, produtores de produtos coloniais e da agricultura familiar, jogadores de jogos típicos, organizadores de festas tradicionais (religiosas, esportivas, culturais, comunitárias), pesquisadores, escritores, poetas, etc
empreendedores da economia solidária e da economia criativa
interessados em geral sem distinção de segmento cultural. 

Postagem: Jaciano Eccher/Informações Nedi Terezinha Locatelli




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou?Comente aqui e se possível inscreva-se.