Pagine

Clique para entrar

quarta-feira, 13 de abril de 2016

O que eram as "Mondines"? Conheça um pouco do duro trabalho dessas mulheres nos arrozais

            

Desde os anos 40 até meados dos anos 60, muitas mulheres da baixada da província de Brescia deixavam suas famílias para o trabalho sazonal nos campos de arroz, vastas extensões de campos alagados, nas áreas de Pavia, Vercelli, Novara onde o arroz era cultivado

Essas simpáticas senhoras do vídeo acima contam um pouco da experiencia de cada uma com o duro trabalho nos arrozais, Silvia conta que partiam cedo para o trabalho, 5, 5 e meia da manhã, Laura conta que a primeira vez que foi tinha 13 anos, por ser muito nova já que não podia ela foi se passando pela irmã mais velha que adoeceu nos dias de partir, conta ainda que ficava fascinada com a ideia de conhecer o trem e também dizia-se que lá as moças divertiam-se, dançavam, cantavam, mas chegando lá a realidade era bem diferente, o dia todo com os pés na água fria, animais e insetos peçonhentos Diva lembra que ficavam com os joelhos amarelados já que ficavam todo o dia dentro da água esverdeada do arrozal, que ao amanhecer era gelada e a tarde fervia de quente.
Laura retoma a conversa brincando que o bronzeamento que hoje os jovens fazem era natural pra elas nos arrozais já que passavam um creme no rosto chamado "Biancardi" para proteger ao máximo a pele dos raios do sol.

Silvia lembra ainda o dia em que jogou uma cobra sobre o patrão (Capataz) sem querer, e quando ele queria saber quem havia sido ninguém falava nada. Conta ainda que cantavam todos os dias em todas as horas e que era assim mesmo que os patrões queriam porque acreditavam que quanto mais forte cantavam mais o trabalho rendia. E as Mondines também cantavam com vontade para espantar a dor nas costas, esquecer a saudade e assim o tempo passava mais rápido.
Lembram também que entre elas existia a Mondina cozinheira, responsável pelas refeições, brincam que ao meio dia comiam só feijão e arroz mas a noite o cardápio mudava, era arroz e feijão. Depois de 35, 40 dias de trabalho, elas começavam a imaginar quando seria o dia de retornar, mas nunca eram avisadas com antecedência para evitar distração, só saberiam um dia antes.
Lídia se disse sortuda e felizarda por quase não sofrer dor nas costas, disse que cantava o tempo todo durante todo o tempo.

Clique aqui, para ver a fonte das imagens a seguir, bem como saber mais sobre as mondinas, porém só em italiano.

Veja letra, áudio e tradução de Três músicas que fala das Mondinas, basta clicar.

La Mondina
Le Mondine
Fuora Li Palanchi





2 comentários :

  1. qua' nel veronese el vien ancora coltiva' el riso vialone nano uno dei mejo risi del mondo pero' adesso i dopara solo lemacchine non le'piu' on laoro fadigoso........

    ResponderExcluir
  2. Grazie Luigi per spiegare un puo de come xe el laoro nei di de oncó!!!

    ResponderExcluir

Gostou?Comente aqui e se possível inscreva-se.