Pagine

Clique para entrar

Clique abaixo para pausar a rádio ou ajustar o volume

segunda-feira, 27 de maio de 2019

Go storto el filon - Entortei a coluna - Música de Jacir Grando

Para ver letra e tradução de outras músicas, clique aqui
Para baixar essa música, clique aqui.


Jacir luiz grando

Talian

Mi laoro ntela rossa
Pianto milio anca mangioca
Scoe formento e patate
Crio galine e marecheti
Farone e cabriti
Un toro e sìnque vache
                quando riva el mese de maio
                vendo tuto el me formàio
                anca una sobra de late
                laoro con un poco de tuto
                a sera quando me buto
                me fa mal fin le culate
Laoro con un poco de tuto
A sera quando me buto
Me fa mal fin le culate

Ghe go dito a la me dona
Prego tanto a la Madona
Tuti santi anca el signor
Vao a rossa a matina
Ghe guassumbe e rampeghina
Me fa fin trucar el color
                dele volte a me incativa
                e quando vardo a me camisa
                la ze moia de suor
                vegno zo al mesdi e a sera
                ghe manca milio par la chirela
                me toca inviar el motor
Vegno zo al mesdi e a sera
Ghe manca milio par la chirela
Me toca inviar el motor

E go dito ai me fioi
No adianta piantar fasoi
Che no se sobra um fiorin
Go avisà i me fradei
Vendo bote anca i mastei
No laoro piu col vin
                vendo fora tuta tera
                ghe um toco de capoera
                anca uma macia de pin
                e vui ndar in te la cidade
                le meio scoar calsade
                che star qua cavar capin
E vui ndar in te la cidade
Le meio scoar calsade
Che star qua cavar capin


Mi vui ndar de impregado
Vui spacar tuto el arado
La sapa anca el roncon
Tanti ani che laoremo
E in scarsela no sobremo
Gnanca mai un toston
                go le man tute incardie
                le ongie spacade via
                de tanto cavar gramon
                de tanto che go laora
                le forse se ga incucià
                e mi go storto el me filon
De tanto che go laora
Le forse se ga incucià
E mi go storto el me filon

Entortei a coluna

Eu trabalho na roça.
Planto milho e também mandioca
Vassoura, trigo e batatas
Crio galinhas e marrecos
Galinhas de angola e cabritos
Um touro e cinco vacas
                quando chega o mês de maio
                vendo todos os queijos
                e uma sobra de leite
                trabalho com um pouco de tudo
                a noite quando me deito
                chega me doer as nádegas
trabalho com um pouco de tudo
a noite quando me deito
chega me doer as nádegas

Eu falei pra minha esposa
Rezo a Nossa Senhora
Todos os santos e Jesus
Vou na roça de manhã
Tem guaxumas e miãs
Me faz até trocar de cor
                as vezes me deixa nervoso
                e quando olho a camisa
                está molhada de suor
                chego em casa de meio dia e a noite
                falta milho para quirera
                preciso fazer funcionar o motor
chego em casa de meio dia e a noite
falta milho para quirera
preciso fazer funcionar o motor

Eu disse a meus filhos
Não adianta plantar feijão
Que não sobra dinheiro
Avisei meus irmãos
Vendo as pipas e os masteis
Não trabalho mais com vinho
                vendo fora toda a terra
                tem um pedaço de capoeira
                e também uma mancha de pinheiro
                e quero morar na cidade
                é melhor varrer calçadas
                do que capinar capim
 e quero morar na cidade
é melhor varrer calçadas
do que capinar capim


Quero trabalhar de empregado
Quero quebrar o arado
a enxada e a foice
Tantos anos que a gente trabalha
nos bolsos não sobra
nenhum centavo
                tenho as mãos encardidas
                as unhas quebradas
                de tanto arrancar grama
                de tanto que trabalhei
                as forças se encolheram
                eu me entortei a coluna
de tanto que trabalhe
as forças se encolheram
eu me entortei a coluna

Letra, música e vídeo: Jacia Grando
Postagem e tradução: Jaciano Eccher




2 comentários :

  1. Bravi, bel laoro de Brasil Talian, gente gióvena ghe dà tanto fià al talian e ala nostra curtura.

    ResponderExcluir

Gostou?Comente aqui e se possível inscreva-se.