Pagine

Clique no Player abaixo para parar a Rádio / Struca par fermar la ràdio

Clique para informações / Struca par informasion

quinta-feira, 27 de maio de 2021

Una matina de maio - Ademar Lizot

Scolta la stòria strucando soto:

 

 

         


                  Una Matina de Maio  (Per Ademar Lizot)  

      L`éra un giorno fredo, de quei meso brina, meso piovesina, quando ga nassesto mia sorelina. Nostra mama sempre contea che ntela matina l`nèbia ga durà squasi fin el mesdi e, al s-ciarir del di la ga scominsià a sentir i forti dolori del parto e, intanto che`l pupà montava a caval partia svelto in serca dela partera, in silensio  la mama preghea:...

- Santantoni per carità fà el mio Toni co l`partera presto ritornar!”  

    L`éra luni, 29 maio del 44 e, intanto che'l capel e el giacheton  difendea el pupà del fredon el  so caval, un baio de fedùcia e rivador,  fea saltar fogo dele feradure. 

“- Avanti, avanti caro amico, sparte al meso questa brina, che nte`n s-ciantin ritornemo co la comare Pierina!”

 “- Comare, scusa la visita fora d`ora, ma son vignesto cossì bonora parché l`é drio rivar nantro bambin e, per carità ghe domando de ciapar  la fòrbese e, par far el parto tute le altre robe, parché la me Gigia l`é drio patir i dolori che solche le done ga forsa de soportar.”

 “- Sta calmo compare, che nte`n s-ciantin ndemo rivar.’

  “- Eco semo rivadi, adesso pòrteme in qua aqua calda e i pani bianchi che vao doperar e, ti cara Gigia te racomando de star tranquila parché el bambin l`é ben incassà e, presto el ga de spontar e, co la vècia fòrbese el cordon del ombìgolo go de taiar!”

  “- Vèrgine Maria, l`é una bambina, belìssima, pròpio perfeta.”

   “– Gràssie, gràssie infinite al Signor Dio!

    Intanto che la partera ghe dea el primo bagno a la toseta, la mama se anca esaurida, la ridea de felissità.

   La in torno i visin  contenti i disea:..

”-La Gigia la ga una bambina, con bel bochin e bel nasin, Leonilda ze el so nome!

   Dopo dei sèi primi mesi, la ga cressesto come l`orchìde del giardin dela nona e ga parlà e caminà vanti dela seconda fiorada del vignal del nono e, ntel paesel de ‘Linha Bonita’, la  par su dei monti dela Serra Gaussa, nissun gavea mai visto na toseta cossì incantadora, co la pel ciara dei Lisot e i cavei e òcii negri dei Arrosi e, dopo ntel transcorso dela so vita, sempre bela e elegante, la ga daventà una madre sensìbile in so afeti, una nona che ga acoiesto tutiquanti in so teneressa e, una bisnona che ga ensegnà a noantri el sentido dela parola dignità.

Ademar Lizot.

                    Uma Manhã de Maio                                           


   Era um dia frio, daqueles meio geada, meio garoa, quando nasceu nossa querida irmã Leonilda. A dona Luiza sempre contava que a neblina durou quase até o meio dia e, foi ao amanhecer que ela começou sentir as fortes dores do parto e, enquanto o seu Antonho montado a cavalo partiu em busca da parteira, ela em silencio rezava. ”- Santo Antônio, proteja o meu Antonho, faça que ele retorne sem demora.

   Era segunda-feira, 29 de maio de 44 e, enquanto o poncho e o chapéu de abas largas o defendiam do vento gelado, o seu cavalo, um baio de confiança e chegador, fazia saltar faíscas dos rompantes das ferraduras. “-Avante, avante meu amigo, reparte esta geada ao meio que num instante vamos voltar!”  

  “-Comadre, perdoe a visita fora de hora, mas se cheguei assim sem demora é porque está para nascer uma criança. Me faça o favor comadre, pegue a tesoura e os outros apetrechos do parto, pois a minha Luiza está com aquelas dores que só as mulheres podem suportar.”

 “-Fique calmo compadre Antonho, que a tempo haveremos de chegar!”

 “-Pronto chegamos, agora seja rápido e traga-me agua quente e panos brancos que vou precisar e, você comadre Luiza, fique tranquila, pois a criança está bem encaixada e logo vai espontar e o cordão umbilical a minha velha tesoura vai cortar.”

 “-Virgem Maria, é uma menina! Compadre Antonho e menino Ventura, venham ver que bela e plena de formosura!  

 “-Obrigado Meu Deus! Muito obrigado!”

 Enquanto a parteira dava o primeiro banho na recém nascida, a mãe embora exaurida sorria de felicidade e, os vizinhos também contentes diziam: ’- O Antonho e a Luiza tem uma menina e seu nome é Leonilda!

 Depois dos seis primeiros meses ela cresceu como as orquídeas do jardim da nona Carolina e caminhou e falou antes da segunda floração das uvas do nono  Umberto e, na localidade de ‘Linha Bonita’, nos altos da serra gaúcha, jamais se viu uma menina tão encantadora, com a pele clara dos Lisot e, os cabelos e olhos negros dos Arrosi e, depois no transcurso de sua vida, sempre elegante e bela, ela tornou-se uma mãe dedicada e sensível aos seus afetos, também uma avó que acolheu a todos em sua ternura e uma bisavó que nos ensinou o sentido da palavra dignidade.

Ver toda a postagem/Vedere tutto ››

quinta-feira, 20 de maio de 2021

Una Casa Tricolore - Ademar Lizot

 Ascolta la stòria strucando soto:


 

           

       Una Casa Tricolore. (Per Ademar Lizot)

   L`éra una casa fata de taule de pin, con finestre e porte de cedrin. Verdo, bianco e rosso, i so colori el medèsimo tricolore del pano Italiano. Par rivar a ela, strada veramente no gavea mia, gavea solche un trodo pien de carchesa e rampeghina, dopo se passea par un un bosco e, un rieto de aqua cristalina che corea par sora de sasseti sintilanti, tanto pressiosi, tanto bei che incantea tutiquanti. 

   Traverso le sfese dele so parede se podea veder el firmamento con la luna che s-ciarea nostra ànima d`argento.  Pròpio scarsa zera  la mobìlia, gnancaun sofà no la gavea mia, careghe cinque o sèi, parché el paron l`éra scarso de schei e, picadi ntele parede dela stansa, insieme dela imàgine dela Sacra Fameia, gavea i retrati dei antenati.  Television no gavea,  solche un vècio ràdio movesto a bateria.  Ntela cosina, geladera e liquificador, no gavea mia, gavea solche una tàula  ndove se magnea pieni de alegria e, par acomodar i piati e pignate gavea un armàrio, vècio e storto come  l`ànima de Ponsio Pilato. Bela l`era l`casseta dela legna postata dadrio del fogon, anca quel belo, tuto smaltà e de bon fero, sempre co  la fumana drita al cielo.  Tacà a la cosina, impiantadi in vasin, gavea i pi importanti condimenti; sàlvia, basìlico e rosmarin e, ntel orto ben coltivà  gavea de tuto; salata, radicii, anca ravanel rùcola e carote, se comprea solche sùchero, petròleo e cafè. De na banda  gavea el vignal e de quel'altra el giardin con l`é più bele orchiedee, gilii e rose de`n sublime bianchin e, in torno sempre in giro,  gavea el cangnet e  el gatin  insieme de na mùcia de galine,  la pi  cativa zera l`cioca grisa, guai ndar darente dei so pitini, fin el gal, quel ze el paron del teren  gavea paùra.

     De pi o de meno, questa la imàgine che go conservà ntele mie retine dela casa tricolore e, dentro dela mia scatòla dei ricordi la riposa, sìmplece e sensa lusso, anca bela e imponente visina al bosco e al rieto de àqua cristalina che corea par sora de sasseti sintilanti che incantea a tutiquanti.

Ademar Lizot.

                    Uma Casa Tricolor

Era uma casa simples, feita de tábuas de pinho e janelas e portas de cedro. Verde branco e vermelho suas cores, o mesmo tricolor da bandeira italiana. Junto a ela tinha um bosque e um riacho onde a água cristalina corre por sobre pedrinhas cintilantes, tanto preciosas, tanto belas que encantam a todos.

  Através das frestas de suas paredes se pode ver o firmamento com a lua iluminando de prata nossa saudade.  Era uma casa desprovida de mobília, nenhum sofá, somente cinco ou seis cadeiras, aquelas com assento de palha, mas pendurado na parede da sala, junto da imagem da Sagrada Família estão os retratos dos antepassados. Televisão não existia, somente um rádio a bateria. Na cozinha nunca se viu geladeira e liquidificador, somente uma mesa grande, sempre com a família reunida em torno. Para acomodar as panelas e pratos, tinha um armário, velho e torto igual a alma de Pôncio Pilatos. Mas a caixa da lenha era nova e bela, igual o fogão esmaltado e de bom ferro, sempre mandando fumaça com direção ao céu. Junto a cozinha, plantados em canteirinhos tinha os mais importantes condimentos, salsa, alho e alecrim e, na horta bem cultivada tinha de tuto, salada, radicii, rúcula, cenoura e rabanete.  Ao lado direito tinha o vinhal e no esquerdo o jardim, com orquídeas, rosas, hortênsias e margaridas. Em torno sempre girando estão as galinhas, a mais braba é a choca carijó, ninguém chega perto de seus pintinhos, até mesmo o galo que se acha dono do terreno a respeita.

  Mais ou menos assim é a imagem que conservo em minhas retinas, daquela bela casa tricolor e, nas minhas mais caras recordações ela repousa, simples e sem luxo, mas também bela e imponente, vizinha ao bosque e a riacho de agua cristalina que corre sobre pedrinhas cintilantes que encantam a todos.

Ver toda a postagem/Vedere tutto ››

domingo, 16 de maio de 2021

Non te vui pi (Non te voglio piu) - Grupo Brasil Talian

 Para ver letra e tradução de outras músicas basta clicar aqui

Para baixar o áudio dessa música clique aqui


Non te vui pi é uma versão para talian adaptada por Jaciano Eccher da música carametade da Banda Katedral na composição de Zelcir Piaia


Confira o clip, logo abaixo letra e também a letra original em português da Banda Katedral, você vai perseber que não é exatamente como no vídeo:

 


Non te vui pi (Grupo Brasil Talian):

Tuto ga finiu!
Son vignesto qua par te dire ciao, non te vólio pi!
 
Tanto go spetà!
Tanto che go fato, tanto amor go dato,
Gnanca me ga vardà
 
Adesso te pol ndar!
Ma prima torna indrio con la ciave del me poro cor
Non vui saver de ti se non te ghe l’amor
Adesso amore adio!
 
Go te amà nela cor dei to òcii
Go donà el pi vero amor
Gò sbalià ogni di che credevo nei toi giuramenti.
 
Gò piandesto quanto go sofresto
Ma el to amor mi non go ricevesto
Me ga ciapà in giro, fra pianto e sospiro
Questo amor ga moresto


Carametade (Banda Katedral)


Tudo acabou!
Tô caindo fora tô virando o jogo, chega de te amar!
Eu sempre suportei!
Aturando você, mandando em mim,
Não me deixava viver
Pode se retirar!
Mas antes de partir devolva a chave do meu coração
Não quero mais te ver entrando nele não,
Tô largando você!
Eu te amei e na cor dos seus olhos
Entreguei o mais puro amor
Eu pensei que seria você minha cara metade
Mas chorei, me decepcionei
Seu amor não valeu, olhe bem pra mim
Você me desmontou, teu brinquedo de amor, hoje ganhou liberdade.





Ver toda a postagem/Vedere tutto ››

quarta-feira, 12 de maio de 2021

Figure de Altri Tempi

Ascoltemo la stória strucando soto:

 

                      


               Figure de Altri Tempi

    Sti ani indrio, quando el dolor fea parte dela vita e,  i medicamenti e dotori i zera s-ciari come l`é mosche bianche,  ai maladi restea solche una medissina primitiva, praticata par persone sensa gnancaun stùdio, ma parone de`n cognossimento singolar  eredità dela speriensa del passà e, co  la capacità de far el socorso a tanta gente.

   Cossì che zera el brau laoro dela partera che ga iutà a nasser sentinai de bambini. Sempre che ciamada la vignea svelta, anca soto piova e fredo.  La gavea  l`man picinine par el caso del bambin nò esser ben incasà, poder ribaltarlo ancora rento del ventre materno. La so prinsipal feramenta zera l`fòrbese che taiea el cordon del ombìgolo. Dopo la netea el pena nato e, spieghea el tempo giusto del bagno e, el tempo del riguardo dela mama e, quelo che podea magnar e bever ntel perìodo dela quarantena.   

    Altra persona benedeta zera  l`segnadora e curandera. Ntel dolse silènsio de so encanto, intanto che la preguea, con un rameto de ruda in mam la fea el seno de na stela in crose, mensonando i santi, insieme de Gesù e la Sacra Fameia. Co la so fede iremovìbile ntela Divinità, la gavea capasità par scompartiliar ensegnamenti,  passiensa par scoltar i maladi e sapiensa par tratarli con preghiere e sià de erbe, cossì la serchea de remediar l`salute e curar malatie. Sensa  gnancaun cognossimento de ipnose,  co`l poder dela mente, la fea el malà creder che zera possibile traverso dela so pròpia fede curarse.  L`é so preghiere gavea anca el poder de calmar el vent e,  s-ciarir l`tempesta.

   Altro che ga iutà tanta gente l`é sta el rangiador de nervi e ossi fora de posto. Sensa gnancaun corso de fisioterapista, el savea cossa quel fea parchè  el gavea svilupà na tènica tuta soa,  savea el punto giusto ndove palpar par far tuto ritornar a so posto e con meno dolor al passiente tratà sensa anestesia.

    Però el laoro pi bruto l`éra del cavador de denti, che de odontologia l`éra scarso de cognossimenti. In tanti paesei el caregon del dentista zera quel del barbero, che fora de taiar cavei, gavea anca el ofìssio de far siapa e cavar denti. Quando nò gavea ancora anestesia l`caciassa calmea el dolor e, dopo  sià de malva par resentar la boca e far gargareso, fin che ga vignesto el èter par far la indòrmia, alora l`é sta un solievo par tutiquanti.

    Gràssie infinite a queste figure del tempo antico, che nò ga i mai negà socorso a nissun.  Persone che nò  domandea paga par el so brau laoro, se paghea quelo che se podea e, par la so capacità, bontà e carità, l`é ga assà par noantri un legado quel progresso ga desmentegà par esser cose del passà.

Ademar Lizot.

                    Figuras do passado

         Naqueles tempos em que a dor fazia parte da vida e, os remédios e médicos eram raros, só restava aos doentes procurar uma medicina rústica, exercida par pessoas simples do povo, mas possuidoras de um conhecimento singular, herdado de gerações passadas e, embora sem nenhum estudo tinham a capacidade de socorrer e curar as pessoas.

       A parteira que ajudou a nascer centenas de crianças, era uma senhora de mãos pequeninhas, justas para se preciso virar o bebe de um lado a outro ainda dentro do ventre materno, pois muitas vezes ele não estava no ponto certo e bem encaixado para o nascimento. A sua principal ferramenta era a velha tesoura que cortava o cordão umbilical. Era também sua função dar o primeiro banho no recém nascido e explicar para a mamãe o tempo certo para o repouso e, ensinar o que ela podia e não podia fazer, o que poderia comer e beber e, o tempo e a temperatura certa da agua para o banho da criança.

      Abençoada eram as benzedeiras e curandeiras, no doce silencio de seu encanto, enquanto rezavam baixinho, com um ramo de arruda nos dedos faziam o sinal de uma estrela em cruz, citando além de Jesus a Sagrada Família.  Possuidora de fé irremovível tinham a capacidade de compartilhar ensinamentos, paciência para escutar os enfermos e sabedoria para amenizar suas dores. Com orações e chás de ervas procuravam remediar a saúde e curar enfermidades. Sem nenhum conhecimento de hipnose, só com o poder da mente induziam o paciente a acreditar que com o poder de sua fé era possível curar-se e, assim as suas orações tinham o poder de suavizar o vento e acalmar a tempestade.

       Outro que muita gente ajudou foi o arrumador de ossos e músculos que era um fisioterapeuta pratico, sem curso nenhum. Era quase sempre um homem velho que havia desenvolvido uma técnica toda sua. Com braços longos e mãos fortes, tinha uma técnica particular para apalpar o osso e musculo machucados e depois faze-los retornar ao ponto certo.

       Porém o trabalho mais bruto era do tirador de dentes que de odontologia tinha poucos conhecimentos, em alguns lugares a cadeira do dentista era aquela do barbeiro, que além de cortar cabelos tinha o oficio de fazer chapas e arrancar dentes, as vezes sem anestesia, só a cachaça acalmava um pouco a dor e, o chá de malva para lavar a boca e fazer o gargarejo. Depois quando chegou o ‘éter’ foi o alivio que todos esperavam.

       Muito obrigado a todas essas figuras do tempo antigo, que jamais negaram socorro aos aflitos. Pessoas que não pediam nada em troca e, que por sua bondade, dedicação e caridade, deixaram um legado que o progresso esqueceu por ser coisa do passado.

Ver toda a postagem/Vedere tutto ››

terça-feira, 4 de maio de 2021

Grupo Brasil Talian - O começo de uma nova história

 

Essa é uma postagem história e marca início de uma nova era. É o início do GRUPO BRASIL TALIAN. 

Depois do Gruppo Italiani in Brasile que deixou de existir em maio de 2017 com o último clipe gravado intitulado Cara Mama agora eis que o destino me traz mais uma vez a alegria de poder cantar em TALIAN. Em 2017 infelizmente por circunstancia de mudança não só de cidade mas tbm de estado (do RS para o PR) precisei me afastar dos palcos e a banda deixou de existir. Depois de 4 anos aqui em Corbélia-PR já a um bom tempo conheci Os Irmãos Bandiera e fiz uma proposta pra eles e eles aceitaram prontamente. Estamos de volta, ou melhor, ainda se preparando já que ainda estamos em período de pandemia e não está saíndo festas, mas assim que voltar ao normal estaremos animando festas, jantares dançantes, casamentos, festas tradicionais, não só voltado a música italiana/talian mas também a música gaúcha e moda de viola com sertanejo raiz para explorar ao máximo o talento desses irmãos.

Hoje no cano gravamos 2 clipes musicais que estarão disponíveis já nos próximos dias no Canal Brasil Talian, trata-se de MAMMA e NON TI VOGLIO PIU.

Em fim, resolvi fazer essa postagem hoje mesmo assim mais de forma de notícia mesmo porque hoje dia 04-05-2021 nasce uma nova história. É o começo do Grupo Brasil Talian


Confira nosso primeiro clipe musical:



Ver toda a postagem/Vedere tutto ››