Pagine

Clique no Player abaixo para parar a Rádio / Struca par fermar la ràdio

Clique para informações / Struca par informasion

terça-feira, 4 de agosto de 2020

Vem aí... Novo Livro de Ivo Gasparin

Primeiramente quero dizer que se você não leu nenhum livro de Ivo Gasparin você com toda certeza perdeu de se emocionar de verdade com lindas histórias ambientadas na linda Serra Gaúcha.
Já postei resumo e minha opinião sobre dois livros do autor, basta clicar nos nomes deles para acessar a publicação. Segredo de Pedra e A Maldição do Padre.

Mais um livro chegará em breve as bancas. Você já pode comprar o livro digital clicando aqui. Se trata do Livro......... Confira o Prefácio escrito por Juvenal dal Castel:



Prefácio

Difìssile è parlar dela Prima Semensa sensa resistir ala tentação de contar la stòria porque, irresistíveis também são os personagens e as cenas. Una stòria de imigranti que partem da Itália com a única alternativa de esser felici ntel Brasil; aquilo que seria a única chance, tiveram que encarar como uma oportunidade única. O autor é prodigioso na criação do enredo e fundamentalista nos fatos e acontecimentos, baseados em documentos e relatos reais.
Como o cacto floresce em lugares onde aparentemente é impossível nascer qualquer semente, Gasparin consegue preservar o amor e a paixão como elemento principal que move, motiva, compensa e justifica o duro trabalho dos primeiros imigrantes. Ele notabiliza o amor dei nostri coloni taliani e, fazendo justiça, os coloca no mesmo altar das grandes paixões que a humanidade registrou. La forsa de La Prima Semente só é entendida se compreendido o seu potencial que, só se manifesta quando a vemos romper as rochas e a terra com flores e frutos.
Com objetividade, o autor sintetiza toda a irresistibilidade dela scaldante passion da adolescência em Rosalina. No silencioso grito de liberdade, ela desafia a resistente autoridade do pai compensada pelo afeto, compreensão e bondade da sua mãe. Rosalina, feito Eva, guarda amorosamente a Felix Culpa de um pecado muito original, cujo fruto proibido do ventre trazia um Salvador. Gasparin redime o pecado da mentira, pois ela é como água quente, danosa nas costas do gato mas ideal para um bom chimarrão.
O autor consegue fazer a paixão dialogar com a gratidão e consegue encontrar oásis para a felicidade onde tudo parece estar perdido e irreversível.  Também enxerta argumentos eloquentes e objetivos contra a injúria e difamação moral. Reposiciona a Igreja como mãe; única mãe espiritual no momento, longe das inquisições vaticanas, protegida pelas sombras das araucárias, abençoa e rega com vinho os pecados dos imigrantes, verdadeiras sementes de uma nova e próspera civilização.
Quando temos que transpor uma montanha passando por uma caverna escura e cheia de labirintos, da qual não temos certeza de encontrarmos sua saída e sequer o caminho da sua volta, por um instinto de segurança, levamos um barbante que, ao menos garantiria o caminho da volta. Essa garantia nos dá coragem para não abandonarmos a travessia. Rosalina, provavelmente só ela tinha esse barbante que, por si só, já era suficiente para sua felicidade. A história relativiza os laços de sangue que nos ligam ao passado e reforça os laços da solidariedade e amor que constroem o futuro.
Atenção, caro leitor, esse livro pode estragar tua noite de sono, por isso aconselho a não começar a ler perto da meia noite, não esquece que no dia seguinte tu terás que levantar cedo para trabalhar. Outra, se tu conseguires não chorar ou ao menos te engasgar, de duas, uma, ou tu tens algum problema ou eu tenho que me tratar.
Porto alegra, RS 27 de Junho de 2020
                                                                                                      Juvenal Jorge Dal Castel[1]







[1] Escritor (Grigialda Galina Contadina), Poeta, Compositor Musical, Mestre da Cultura Popular 2018 / Ministério da Cultura, Presidente da Associação dos Difusores do Taian.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou?Comente aqui e se possível inscreva-se.