Pagine

Clique para entrar

quinta-feira, 19 de outubro de 2017

Programa Brasil Talian 14 e 15 de outubro

Ascoltemo e anca vedemo adesso un pochetin del Programa Brasil Talian. Ringrassiemo a tuti i taliani che ga fato la inscrission su'l nostro canale. Gràssie a voi adesso gavemo guadagnà la possibilità de far anca transmission in direta (ao vivo) nel You Tube.

La imàgina a la sanca l'è una stampa dela ràdio antica. Ntei giorni de incoi tuto ga cambià, e alora intanto ascoltemo el programa lassemo i nostri sarvei imaginar cosa sti òmini ze drio transmìtere.
Bon Programa Brasil Talian a tuti.

Ver toda a postagem/Vedere tutto ››

quarta-feira, 18 de outubro de 2017

El mondo ze drio finir...

Con tuto quel che la gran TV vol urtar gola in zo in dir che ze normale òmini sensa robe èssere spalpadi per una tosatela le de pi che ora de darghe fin in questo svilupo.
Ah Jaciano ma cosa noantri porigrami ndemo far? Un fogo el se smorsa quando non se mete pi legna. Alora bisogna dirghe no, darghe un basta a questi mesi de comunicassion che ze drio finir con la nostra faméia. Gente, ricordemo dela educassion che gavemo ricevesto dei nostri genitori. Tuto cosa i ga fato per cha noantri fusse e semo òmini e done de rispeto.
Bisogna saver anca che la educassion scomìnsia ntela nostra casa. Non ze possìbile cambiar el mondo ma le possìbile cambiar a noantri stessi e a la nostra faméia.
 
Ver toda a postagem/Vedere tutto ››

terça-feira, 17 de outubro de 2017

Tuti i òmini dovaria gaver un "baton" ensieme sempre. Come cossì?

Sti ani, le done no le ndeva a na festa se no le gavessse i lavri incarminadi. Anca fora par le colònie, co le ndeva in paese e le se meteva in pròsia, no mancheva mai el ‘baton’, un ornamento pròpio in moda.

A Nova Roma na tosata la se marideva e la ga invità so zia, par che la fusse so sàntola ntel matrimònio. Sta zia la steva distantoto, a Castroalve, e come la sia vegnesta a caval, la ze rivada in ritardo: i sposi i zera deromai drio ndar dentro in ciesa! La se varda nte’n specieto e la vede, spaventada, che la se gheva desmentegà d’incarminarse i lavri! La varda ntela borseta e’l baton no’l ghe ze! No la sà cossa far e la scomìnsia a pianzer! Alora se fa veder el vècio piovan, che’l zera in giro parché l’era un prete gióveno che comandeva la serimónia, e’l ghe domanda:
– Cosa gavio par pianzer cossita?
– Ah, sior prete, che desgràssia, me go desmentegà d’incarminarme i lavri e go assà el ‘baton’ a casa!
– Parquela no ocor pianzer, vien qua in canònica e tuto ndarà a posto!

Ela la lo varda, un tanto sospetosa, ma la ghe ze ndada adrio. In canònica el prete el verde na cassetina e’l tira fora un ‘baton’ de’n bel color rosso. – Eco, cara, finide tute le la tue tribolassion! E’l ghe dà el ‘baton’ in man.
Ela, contenta, la se lo passa svelta nte i lavri e, co la ghe lo dà indrio, la ghe domanda: – E vu, sior piovan, cossa feo con sto ‘baton’?
– Ah, cara, no ghe ze mèio remèdio che’l baton par le maroele?

Darcy Luzzato!
Ver toda a postagem/Vedere tutto ››

segunda-feira, 16 de outubro de 2017

La Bella Campagnola - Le Mondine - Letra e tradução

Sugestão de postagem: Luiz Antonio Sonalio
Para ver mais letra e tradução de músicas, clique aqui
Para baixar essa música, clique aqui.

Conheça outra versão dessa música, clicando aqui.


Italiano ( Versão Le Mondine)

Aveva gli occhi neri profondi come il mar,
e innemorar mi fa la campagnola.
Quando vien giù la sera,
in campagna se ne va,
e innemorar mi fa la campagnola.

Che bel faccin che le la gà,
che bel faccin che le la gà,
che bel faccin che le la gà la campagnola.

Aveva gli occhi neri profondi come il mar,
e innemorar mi fa la campagnola.
Che bei iocin che le la gà,
che bei iocin che le la gà,
che bei iocin che le la gà la campagnola.
Aveva gli occhi neri profondi come il mar,
e innemorar mi fa la campagnola.

Tradução para português

Tinha os olhos negros, profundos como o mar.
apaixonar me faz a camponesa
Quando a noite desce,
Na campanha se vai
Se apaixonar a camponesa me faz

Que lindo rosto que ela tem
Que lindo rosto que ela tem
Que lindo rosto que ela tem, a camponesa

Ver toda a postagem/Vedere tutto ››

terça-feira, 10 de outubro de 2017

Cusir e taconar le robe - Un lavoro dele nostre mame e none

Un laoro che nei giorni de incoi non se vede piu, e se parlar par i pì zóvani gnanca i sà cosa ze, l'e la machineta de cusir le robe. Le nostre none e mame lo feva e tante volte ancora.
Ntei giorni de incoi se dopera due o tre volte le robe e quando le scomìnsia a diventar vècie se buta via, ma sti ani le cose zera tuto difarente, le cose zera mia tanto fàcile e con la caristìa i nostri genitori gavea bisogno de doperarle fin che lera possìbile. Alora taconarle e cusirle lera mestieri che le mame e none ghin fea con na serta frequensa e lera par questo che a squasi tute le case se gavea sta machineta a casa.
Ricordo che anca la mama la gavea, però quela de pestar su coi pie. Mi e me fradel gavemo imparà a guidar el Fusca intanto se scherzava con la màchina de cusir...

 Varda el vìdio:
 
Ver toda a postagem/Vedere tutto ››

Programação completa do Encontro dos Difusores do Talian 2017 (XXII)

Nos dias 10, 11 e 12 de novembro de 2017, Sananduva-RS será palco do XXII Encontro Nacional dos Difusores do Talian. Confira a programação completa. Caso não conseguir visualizar direito, clique aqui e baixe em Word no seu computador. Clicando na tabela ela aumenta um pouco o tamanho.


Ver toda a postagem/Vedere tutto ››

segunda-feira, 9 de outubro de 2017

Dispeti de tosati Parte I

Ernani Fazolo altro di ga scrito qua nel sito ( Spùncia par veder) sora i despeti che i tosati ghin fea sti ani quando lu zera cèo. Incoi mi vao racontar un dispeto che go fato ensieme con i amici.

Chi quando da pìcolo mai ga ciavà ùa ntel vignal dea nona o dei visini? Ben. Ricordo che un di mi, me fradel e altri due amici se gavemo parecià per ndar ciapar una ingùria che la zera rento nte'l orto de una zia nostra. La casa zera cerca de due quilometri lontan dela nostra casa, e dopo che ga finiu la strada ghe gavea bisogno de traversar una piantassion de "soja" par rivar fin el orto dove zera piantade queste ingùrie.

 Mi e me fradel alora inenociadi gavemo traversà circa de tresento metri sbassadi a quatro gambe in  meso sta piantassion fin le ingùrie intanto i amici resteva in guàrdia per osar se rivesse qualchedun. Quando gavemo rivà ntel orto, me fradel ga spetà par de fora e mi con grande dificoltà go saltà la recision (tela da orta) che la zera piena de pie de "chuchu" e non se vedea niente la rento.
Ma par spavento mio quando salto rento l'orto la zia zera la drio sapar poragrama. Par fortuna mia la zera mesa sorda e con el bacan dela sapa la ga mia ascoltà che mi gavea rivà li. Alora mi spaurà son restà li in meso a i " pie de chuchu" nascosto un bel poco fin que la ndesse casa. Dopo de spauron semo ndati casa sensa ingùrie e tuti sporchi de ndar a quatro gambe...
Ver toda a postagem/Vedere tutto ››

sexta-feira, 6 de outubro de 2017

Programa Brasil Talian 7 e 8 de outubro (veja os vídeos agora)

Agora o Programa Brasil Talian além de ir ao ar em várias rádios você pode assistir em nosso canal do Youtube. A gente vai acabar colocando aqui no site, mas se você quer assistir no mesmo instante em que cada um vai pro canal basta se inscrever.
Agradeço aos amigos que nos ajudaram enviando histórias.

Para se inscrever em nosso canal basta clicar nessa imagem ao lado esquerdo deste texto.




 Parte 1
 

Parte 2
 

Parte 3
 

Parte 4

 
Ver toda a postagem/Vedere tutto ››

quarta-feira, 4 de outubro de 2017

La stòria de Júlio e Odila Aróssio - Per Ademar Lizot

 Tante volte í mei ricordi i ze sconti ntel profondo de un ritrato, ntea imàgine de un paeselo o dea imàgine de na  persona spessial  e adesso a lontan.  Quando son drio vardar questi ritrati , í me fa vegner su n`aria de felissità, però anca squasi sempre anca una làcrima vien zo dei òcii.
     Le persone spessiale,  sono quele che gavemo sempre dentro del cuor e i ritrati de queste persone,  qua ntea me casa,  í ze impicà su par l`é  parede, insieme de la imàgine de Santantoni e del Bambin Gesù.   Questo ritrato che ricordo ncoi l`é spessial e sempre che lo  lo vardo,  cavo via el capel in rispeto a mei antenati e anca bisogna dir che lo vardo sempre co´i  òcii de m`anima.  L`é  el ritrato dei noni Júlio e Odila Aróssio, l`é del ano de 1919, el nono gavea 30 ani de eta e la nona 25 ani e varde che bei cristiani, el nono con so mèio vestimenta, so capel, el lensiolo nel col e ntei  òcii e  mostaci el caráter de un omo che nó negossiea  mea la so onorabilità gnanca par tuto  l`oro del mondo, òcii  de un cristian che ga infrontà la vita con coràio e dignità.  Insime el ga la  nona Odila, sempre bela, co elegansa e soratuto co la dignità de una dona de coràio e amabilità, che ga alsà su dódese fioi co laoro e credensa em Dio e adesso par i so  ati, so laoro, so bontà la ze in paradiso insieme ai santi.
    Quando  vardo questo ritrato, ricordo la prima volta che go andato cognosser i noni Júlio e Odila, gavea sìnque ani de età, ricordo con emossion nel cuor, che zera un giorno che piovea e anca gavea n`aria freda che mai. Insieme dea mama, dopo de due giorni de viàio, semo arivadi. Dopo de sbàssar de la lìnea, bisognea  caminar par na stradeta postata tra meso el prá e el vignal e dopo gavea un belo giardin, in quela stardeta gavemo incontra el nono, che caminea soto la piova, sensa la umbrela, co la sapa in man e co´l  capel alsà su in testa. La mama lo ga saluda e abrassià, dopo lo go saluda con rispeto e co la franchessa de n'ànima límpida e pura de tosatel. Alora el me ga alsà su nei brassi e ga dito:..”Sacramento,  che belo tosatel.”  El gavea de piú de otanta ani de eta,  però l`èra ancora un omo de forsa e sempre  drio laorar nela colònia e mi se anca zera ancora picoleto go mai smentegà el so esémpio, de che con tanta eta, ancora el zera drio laorar.   Dopo semo rivadi insieme a casa e go cognossesto  la nona Odila sempre bela, go guadagnà un baso e un strucon e dopo la zupa de agnolini piú delissiosa che mai.  Vanti dormire la me ga conta na bela storieta del “sanguanel.” Ricordo che la gavea de piú de setanta ani de età, però la zera ancora bela e se anca la gavea í cavei bianchi, nó la zera mia ancora vècia.
    Sempre digo che´l orgòlio l`é  un sentimento che nó se pol mia menarlo rento del cuor, magari quando co  í òcii de m'ànima, vardo la imàgine dei noni e ricordo so esémpio de vita, laoro e carater pien de bontà e onestità, in che`l   s-ciantin me vien na sgionfada de orgólio nel cuor.

Ademar Lizot.

Tradução

  A minha saudade as vezes esta escondida no fundo de um retrato, na imagem de um lugar ou na estampa de uma pessoa querida e agora distante. Quando vejo estas fotografias, é sempre um momento de felicidade, porem quase sempre acompanhadas de uma lagrima que teima em cair.
    Pessoas especiais, são aquelas que temos sempre dentro do coração e as fotografias destas pessoas, aqui na minha casa estão fixadas nas paredes, junto da imagens de Santo Antonio e do menino Jesus. Esta fotografia que lembro hoje é especial e sempre que a vejo, tiro meu chapéu em respeito aos meus antepassados, pois sempre a vejo com os olhos de m´alma.  Esta é a fotografia dos nonos Júlio e Odila Arrósio, tirada no ano de 1919, é uma relíquia de nossa família. O nono tinha 30 anos e a nona 25anos, os dois na flor da idade, belos, ele com sua melhor vestimenta, seu chapéu batido na copa de gaúcho Rio Grandense, o lenço no pescoço e nos olhos e no bigode, o caráter de um homem que não negociava sua honra nem por todo o ouro do mundo. No seu olhar a força de um homem que fez o enfrentamento da vida com coragem e dignidade. Junto a ele a nona Odila, belíssima, com classe e elegância e principalmente a dignidade de uma mulher amorosa e coração valente, que criou doze filhos, com fé e esperança e que agora pelo seu trabalho, seus atos, sua bondade esta nos céus junto aos santos.
    Sempre que olho esta fotografia, lembro de quando fui conhecer meus avós, tinha 5 anos e com emoção no coração lembro que era um dia chuvoso e frio. Estava junto de minha mãe e depois de dois dias de viagem chegamos a colônia dos nonos. Depois que desembarcamos do ônibus, caminhamos por uma estradinha localizada entre o campo e o parreiral e depois tinha um jardim florido. Foi por ali que encontramos o nono Júlio que vinha sozinho, caminhando abaixo da chuva, com a enxada na mão, sem guarda-chuva e o chapéu fixo na testa. A mãe o abraçou e depois eu o cumprimentei com o  respeito e a sinceridade de uma alma límpida e pura de uma criança. Então ele me levantou nos braços e disse:..”Sacramento ma che belo tossatel”. Ele tinha mais de 80 anos, mas era ainda um homem de força e que estava ainda trabalhando na colônia, eu embora ainda criança, jamais esqueci seu exemplo de trabalho, embora a sua idade. Depois chegamos juntos na sua casa e la  nos esperando a nona Odila com a sopa de capeletti, talvez amais gostosa que já provei, ela nos abraçou e depois antes de que adormecesse ela contou uma bela historia. Ela tinha mais de setenta anos mas era ainda  bonita e embora seus cabelos brancos, não envelhecera ainda.
    Sempre digo que orgulho não se carrega no coração, mas quando, com os olhos d`alma vejo a imagem de meus avós e lembro de seu exemplo de vida, seu trabalho e seu caráter pleno de bondade e honestidade, a consciência que me perdoe, mas naquele momento sinto muito orgulho  no coração.


Ver toda a postagem/Vedere tutto ››

terça-feira, 3 de outubro de 2017

Câmara Municipal de Vereadores de Caxias do Sul-RS tenta implantar o TALIAN como língua cooficial do município

Deivid Brombatti
No dia 03 de Outubro de 2017, as 8:30 da manhã na Câmara de vereadores de Caxias do Sul, Deivid Brombatti, presidente da comissão de preservação do idioma Talian e da cultura italiana em Caxias do Sul, abrirá a sessão em defesa da derrubada do veto do projeto de lei número 50/2015 de autoria do vereador Gustavo Toigo. O projeto institui o idioma Talian como idioma cooficial do município de Caxias do Sul.

" Estamos confiantes que o poder legislativo de Caxias do Sul ira aprovar a derrubada do veto que o poder executivo sancionou, assim instituindo o Idioma Talian como idioma cooficial do município. É um ato de preservação de um bem imaterial dos nossos imigrantes que colonizaram nossa cidade. ", diz Deivid ao Site Brasil Talian.

A sessão será transmitida pelo canal 16 da net e pela TV Câmara de Caxias do Sul, clique aqui para assistir.

" Contamos com o apoio do site Brasil Talian por intermédio do sempre amigo Jaciano Eccher, que é professor do Idioma Talian e um dos maiores difusores da nossa cultura no Brasil, para a divulgação desse evento."

O texto foi encaminhado para o Site Brasil Talian pelo pròprio Deivid, parceiro na luta pela preservação da nossa língua.

Ver toda a postagem/Vedere tutto ››

segunda-feira, 2 de outubro de 2017

El leon de San Marco la origine - A origem do leão de São Marcos


O Leão de São Marcos é uma representação simbólica do evangelista São Marcos retratado na forma de um leão com asas. Muitas vezes com um livro debaixo de uma das patas, uma auréola por cima da cabeça e segurando uma espada com uma pata.

É  o símbolo da cidade de Veneza e foi o símbolo da antiga República de Veneza. Está também presente nas bandeiras das marinhas mercante e de guerra de Itália, da região de Véneto e da província de Veneza, além de numerosos organismos civis e militares italianos.

Segundo a tradição veneziana, quando São Marcos estava viajando através da Europa, chegou a uma lagoa em Veneza, onde lhe apareceu um anjo que lhe disse:
- «Pax tibi Marce, evangelista meus. Hic requiescet corpus tuum» ("Que a paz seja contigo, Marcos, meu evangelista. Aqui descansará o teu corpo"). 

Esta tradição, foi usada como justificativa por Rustico da Torcello e Bon da Malamocco em 828 para roubar os restos mortais de São Marcos do seu túmulo em Alexandria e levá-los para Veneza, onde acabaram por ser enterrados na Basílica de São Marcos.

O leão é uma das quatro criaturas descritas no verso do Apocalipse de São João 4:7 como estando em volta do trono do Todo-o-Poderoso e são os símbolos dos quatro evangelistas. Esse seres tinham sido descritos antes pelo profeta Ezequiel.

Traduzione per l'italiano

Il Leone di San Marco è una rappresentazione simbolica dell'evangelista San Marco rappresentato sotto forma di un leone alato. Spesso con un libro sotto una delle sue zampe, un aureola sopra la testa e tenendo una spada con una zampa.

È il simbolo della città di Venezia ed è stato il simbolo dell'antica Repubblica di Venezia. E 'presente sulle bandiere della marina mercantile, di guerra in questa regione, così come in numerose organizzazioni civili e militari Veneziane.

Secondo la tradizione veneziana, quando San Marco era in viaggio attraverso l'Europa, è venuto a una laguna a Venezia, dove ha visto un angelo che gli disse:
"Pax tibi Marce, mio ​​evangelista. Hic requiescet tuum corpus "(" La pace sia con te, Marco, mio evangelista. Qui riposerà il tuo corpo ").
Questa tradizione, è stata usata come giustificazione per Rustico di Torcello e Bon Malamocco in 828 per rubare le parti del corpo di San Marco dalla sua tomba ad Alessandria e portato Venezia, dove è stato sepolto nella Basilica di San Marco.

Il leone è uno dei quattro simboli descritti nelle scriture di San Giovanni, 4: 7 loro stanno intorno al'Onnipotente e sono i simboli dei quattro evangelisti. Questi esseri erano stati descritti prima dal profeta Ezekiel.

Tradussion per talian

El Leon di San Marco ze una rapresentassion simbòlica del evangelista San Marco rapresentà nela forma di un leon con ale. Tante volte con un libro soto una dele sate, un aureola sora la testa e tegnendo una spada con l'altra sata.

Ze el sìmbolo dela cità di Venéssia e ze stato el sìmbolo dela antica Repùblica de Venéssia. Ze presente sul le bandiere dela Marina Mercantil, bandiere de guera de questa region, cossì come in numerose organisassione Sivili e Militari Vénete.

Secondo la tradission véneta, quando San Marco era in viàgio per la Europa, ze vegnesto a una laguna a Venéssiia, dove ga visto un àngelo che ga dito:
"Pax tibi Marce, mio ​​evangelista. Hic requiescet tuum corpus "(" La pace sia con te, Marco, mio evangelista. Qua riposerà el tuo corpo ").
Questa tradission, ze stata doperada come giustificassion per Rustico de Torcello e Bon Malamocco in 828 per rubar le parti del corpo di San Marco dela so tomba in Alessandria e portato fin a Venéssia, dove ze stato sepolto nela Basìlica di San Marco.

El leon ze un dei quatro sìmboli descriti nele scriture di San Gioani, 4: 7 lori i ze intorno del  Dio Onipotente e i ze i sìmboli dei quatro vangelisti. Questi èsseri èrano stati descritti prima par el profeta Esechiel.


Ver toda a postagem/Vedere tutto ››

sábado, 30 de setembro de 2017

Ascolta e varda adesso el Programa Brasil Talian

Gavemo proà far na cosa nova, vedemo se te piase lora volemo far ancora la gravassion del nostro programa anca in vìdio.
Go ciapà due, tre ciàcole dei amici nostri che gavemo sul grupo de Whatsapp Amici del Talian, una canson, un per de ridade, rospi, cagni e ga vignesto fora el Programa Brasil Talian.
Questo "toco" del programa el ga ndato in onda nela Rádio Prata de Nova Prata-RS.

Ricordando que el nostro programa va in onda in un per de ràdio, el ga 4 blochi de circa 12, 13 minuti ogniuno. E se gratuito.
Ver toda a postagem/Vedere tutto ››