Pagine

Clique no Player abaixo para parar a Rádio / Struca par fermar la ràdio

Clique para informações / Struca par informasion

sexta-feira, 3 de julho de 2020

El Professor ga Partisto - Ademar Lizot

Ascolta la stória che parla Lizot:


       El Professor ga Partisto

    All`alba de un giorno del mese de maio ga partisto el professor, el grande inteletual e dissionarista del idioma talian, el maestro Darcy Loss Luzzatto e,  ntel momento dela so partensa  no`l ga mia scorlà al vent el suo fassoleto bianco, solche co la ala del capel el ga fato un segno, un saludo co la  elegansa de un nòbile Veneto e co`l  onor de un contadin gausso e dopo, altiero  el ga caminà  par una stradeta ciara come la bianca neve, che lo portea  sempre  riva in sù e cossì el ga oltrapassà le nùvole, con destin al paesel stragrando del cielo.
   Nò go buo la fortuna d`esser stà aluno del professor Luzzatto e gnanca  el piaser de cognosser-lo viso a viso, solche traversso dela internet go trucà menssàgii, andove ghe domandeva l`opinion sora i mei scritii e, l`é stà na grande generosità dela so parte, parchè par de pi de na volta el me ga consilià.  Go acompagnà el suo laoro leteràrio andove sempre el ga credi nte la forsa del nostro idioma Talian e de la  stòria dei nostri antenati. Quei che lo cognossea i disea quel zera un omo afàbile,  sincero e paron de un parlar poético e quando i ghe domandea  del suo paesel de nassità el disea;.. “-Mi son dela “sera- gaussa”, son nassesto a la pinta ntel ano 34”, atual cità de Pinto Bandeira, che in quel tempo quel  la se ciamea Nova Pompéia e quela località, la zera consideràta la “Nova Itàlia”, solche dopo del 35 el goerno el ga metesto l`é óngie de fora e el ga cambià el nome del  paesel.  Fiol de contadini dissendeti dei imigranti Veneti,  ntel laoro stufante dela campagna el ga induri e de giovenot el ga anda in serca dela cultura, cossì el se ga laureà professor, scritor e paron de editrice. Prima la Sagra-Luzzatto, che la ze stada fondada ntel 23 de giugno del 67, co la denominassion de Editora  del Professor Ltda e dopo la D.C. Luzzatto Editores Ltda. Ntel ano 85 el ga publicà el primo laoro bilìgue el libro “Ghen`avemo Fàto Arquante” e, dopo tanti altri libri, come el dissionàrio  Talian/Portughese, ano 2000. Ntei so libri el contea polito la stòria dei nostri antenati, de quel che i gà portà d`Itália, sora stà maniera tanto bela de viver, el contea del pupà e dela mama, del nono e dela nona, la nostra nona taliana, che mai pi compagno a ghe`n sarà al mondo. Ntel ano 2010 el ga publicà el suo capo-laoro el dissionàrio “Portughese/Talian”, con 780 pàgine, cossì el daventà la pròpia enciclopédia del Talian e, ntel  transcorsso dela so vita el ga lota sempre par che i soi conterànei  i gavese afeto e rispeto par la stòria dei  antenati, el zera soratuto un difensor intransigente dela nostra léngua e dela nostra cultura e, el  sempre disea che;-“ Se salvemo la léngua materna, gavaremo salvà anca la nostra cultura!”  
   Gràssiemila al professor, che d`ancoi el ze drio viver ntel paesel stragrando del cielo, fursi drio pareciar qualche  libro ai Santi e, nte quel giorno del mese de maio, quando el ga rivà, el ga saludà a San Piero e l`é stà  acoliesto par i frati Rovílio costa e  Alberto Vitor Stawinski, autor del primo dissionàrio e la prima gramática del Talian e, insieme dei frati gavea el professor  Honório Tonial e Piero Parenti, che insieme de altri maestri  i viverà finchè un dissendente dei imigranti taliani el crede in te la so cultura e parla con orgòlio el so idioma, el Talian.
Ademar Lizot.

(trad.)                       O Professor Partiu
Ao amanhecer de um dia do mês de maio o professor partiu, o grande intelectual e dicionarista do idioma Talian, o maestro Darcy Loss Luzzatto e, no momento da despedida ele não agitou ao vento seu lenço branco, somente com a aba do chapéu fez um gesto, um aceno com a elegância de um nobre Italiano e a honradez de um campeiro Gaúcho e depois com altivez caminhou por uma estrada clara como a branca neve, que o levou acima das nuvens em direção aos céus.
Não tive a fortuna de ter sido aluno do professor e, nem de conhece-lo pessoalmente, somente através da internet trocamos mensagens e foi uma grande fidalguia e generosidade de sua parte, pois mais de vez me aconselhou. Acompanhei seu trabalho literário, onde ele sempre acreditou na força do idioma Talian e na história de nossa gente. Os que o conheceram afirmam que ele era um homem amável, franco e sincero e possuidor de um falar poético e quando pediam do lugar em nasceu, ele dizia:-Nasci na serra gaúcha, localidade de Nova Pompéia, atual cidade de Pinto Bandeira. Era filho de imigrantes Venetos e no trabalho dura da colônia ele endureceu, ainda jovem procurou o saber a cultura e logo laureou-se professor, escritor e editor, foi proprietário de duas editoras. Em 1985 publicou seu primeiro livro bilíngue e, depois vieram outros, como o dicionário Talian-Português e em seus livros contava a epopeia dos imigrantes, as belas coisa que trouxeram da Itália e de uma bela maneira de viver, contava do pai, da mãe, do nono e da nona, a nossa nona Italiana, única no mundo. Em 2010 publicou sua obra prima, o dicionário Português-Talian, com 780 paginas e tornou-se a própria enciclopédia do idioma Talian.  No transcurso de sua vida lutou para que seus conterrâneos tivessem afeto e respeito pela saga de seus antepassados, era acima de tudo um defensor incansável do idioma e da cultura de sua gente. Sempre repetia que se conseguirmos salvar a língua materna, salvaremos também a nossa cultura.
   
Ver toda a postagem/Vedere tutto ››

quarta-feira, 1 de julho de 2020

Pequenina (Chiquitita) in Talian - Amigos da Serra Picinina

Para baixar essa música e tocar no seu programa clique aqui
Para ver letra e tradução de outras músicas clique aqui.


Interpretação Amigos da Serra.





Pequenina - Chiquitita - Picinina

Pequenina do meu amor / Picinina del mio pupà
Vem correndo pros meus braços, /Vien qua cori suito ntei me brassi
Eu guardo pra você /Go de darte um regalo
Os mais caros lindos sonhos. /I pi bei pressiosi sogni
Vai sorrindo ao mundo em redor /Soridente a quel che te circonda
Tudo é novo e belo em seus olhos. /Tuto è novo e bel ai toi òcii
Ah! Desconhece o mal,/ Ah, stà distante del mal
Neste mundo de gente grande... /de sto mondo de gente granda

Pequenina do meu amor/ Picinina del mio amoar
Ser criança é como ser uma gaivota livre/ Esser cea l’è esser un oseleto lìbero
Tudo é feito pra brincar, como é bom viver /Tuto è fato par giugar, come l’è bel viver
Descobrindo seu encanto... /cola gioia del to incanto

Pequenina do coração /Picinina del mio cuor
Sabe até contar 1, 2, 3.../ e mostra os dedinhos. La sa fin contar 1,2,3 coi deini
E me encanta o seu olhar,/ E me incanta el so vardar
Seu olhar de amor.../, el so vardar de amor
Seu sorriso pequenina...! ‘L so soriso, Picinina
Seu olhar, confiança e amor,/ el so Vardar, fidansa e amor
Seu sorriso... pequenina./ El to soriso, Picinina

Pequenina do meu amor, / Picinina del mio amor
A boneca entre os braços,/ Puatina che mi tegno in brasso
Seu vestidinho branco e lacinhos nos cabelos./ El to vestidin bianco, e i cavei bei rissoleti
As estrelas brilham no céu, / Le stele le slusa al ciel
Mas não brilham mais que seu olhos. / Ma i to ocieti i brìlia tan depì
Ah! Você vai crescer.../Te sarè granda un di
Ai que pena... ai que pena.../ Ah, Fin pecà ... Ah, fin pecà




Ver toda a postagem/Vedere tutto ››

terça-feira, 30 de junho de 2020

Resultado da pesquisa on line sobre os radialistas do Talian

Está em andamento uma pesquisa online que estamos fazendo para levantar quantos radialistas temos que fazem programa em Talian no rádio. E vamos estar atualizando aqui de tempos em tempos o resultado dessa pesquisa.
Primeiramente queremos contar com sua contribuição. Depois de ver ou baixar a lista disponível no final dessa postagem caso esteja faltando algum nome pedimos gentilmente que clique aqui para contribuir com essa pesquisa que está tendo ótimo resultado.

Caso algum desses dados estejam errados pedimos a gentileza que nos informe os dados certos pelo email jacianoradiojornalismo@gmail.com ou pelo whatsapp (54) 9 9606-8941.

Esta pesquisa ainda está em andamento portanto não está concluída e você pode voltar nessa postagem que uma vez por semana estaremos atualizando ela.
As informações pessoais de contato dos locutores não estão sendo divulgados nessa planilha

Para baixar a lista atualizada hoje (30/06/2020) clique aqui.

Para contribuir com novos nomes de locutores clique aqui.
Ver toda a postagem/Vedere tutto ››

sábado, 27 de junho de 2020

Questi non ze mia i primi bruti tempi - Ademar Lizot

Ascolta la stòria con la dolce vose de Ademar Lizot:



             
Questi non ze mia i primi bruti tempi 

 Questa quarantena che semo drio viver, a le volte la par de èsser eterna, menando  paùra e insertessa e bisogna  coraio e fede in Dio par sopraviver, compagno che ga fato i nostri antenati che anca lori  i ga pati questa aflission par de pi de na volta,  prima quando ntel scominsio del sècolo passà gavea la guera mondial e in  sèghito ga rivà la pandemia dela gripe spagnola che se anca la se  gavea originà  ntei Stati Uniti dela Mèrica del Nort, el mondo la ga batesimà de gripe Spagnola, E  in quei tempi scarsi de dotori e ricursi, la ga copà de pi gente che tuta la guera e anca qua nel Brasil  se impinicea i cemiterii. Dopo ntei ani 40,  ga s-cioca nantra guera, la pi bruta e crudele de tuti i tempi, alora ntel ano 44,  el Brasil ga intrà in combatimento e na mùcia de tosi i ga perso la vita,  e in quela época, fora la guera ga rivà anca la pègio seca dei ultimi tempi, squasi un ano sensa piova.  L`é stà ntel veron del 44 e 45, e quela mancansa de piova ga rovinà su tute le piantassion,  i contadi i stea a far una novena drio altra par domandar ai santi la piova, ma nò i vedea nissun resultado, l`éra come se i santi i zera in vacanse.  Nte quel tempo i mei genitori i zera povari contadini, con due fioi picinini, e par sopraviver mio pupà el se ga metesto de voia a far e vender carbon, parchè come no gavea pi gasolina, i automobili e camignoni i ghe tocheva adatar el gasosénio, che`l ze un mecanismo che fà el motor funcionar traverso el brusamento del carbon e cossì i ga portà avanti,   fin che nte un giorno del autuno del 45,  le campane al cielo le ga scominsià a sonar, anùnsiando el finimento dela  guera e insieme dela pace  ga rivà la piova forte e bela, spandendo vita ai gramadi,  erbe e piante. Nte quel giorno indesmentegàbile i contadini co la so fede iremovìbile i ze andadi in prossision fin a le ciese par ringràssiar al Signor e la Madonina.  Però quela zera una dècada de soferansa e ntel veron del  47 ga vignesto una stragranda nùvola de cavalete, che rivea in onda, e tutiquanti i ga proà  spaventar quele bestiolete con fumana e anca i fea un bacan,  s-ciocando  pignate, però sensa nessun resultado e quela peste ga rovinà su tute le piantassion e tante persone ga pati fame nantra volta. De sta manera ga passà quei bruti tempi e quando ga scominsià la nova dècada el Signor-Onipotente el ga sguardà qua in zo in tera e co la so bontà sensa fin  el ga fato spontar ntel  orisonte un novo tempo, che glorifichea la pace e la speransa, con  auguri de fradelansa a la nova generassion.
Ademar Lizot.


(Trad.)                            Esses não são os primeiros tempos difíceis



Esta quarentena que estamos vivendo as vezes nos parece eterna, em seus medos e suas incertezas e somente com coragem e fé poderemos sobreviver, devemos ter em mente o exemplo de nossos avós que também sentiram esta aflição quando no começo do século passado havia a guerra mundial e em seguida a pandemia chamada “gripe espanhola”, e naqueles tempos de poucos recursos, matou muita gente. Depois nos anos 40 explodiu outra guerra, a mais brutal e cruel de todos os tempos e em 1944 o Brasil também entrou em combate perdendo muitos jovens nesta luta. Naquela época, além da guerra aconteceu a seca mais prolongada dos últimos tempos, quase um ano sem chuvas, foi no verão de 44 e 45 e falta de água impossibilitou as plantações, os colonos faziam novenas para pedir aos santos em orações a sagrada chuva, porém não viam resultados, parecia que todos os santos estavam de férias. Naqueles tempos meus pais eram pobres colonos, com dois filhos pequenos, e nosso pai para sobreviver, se meteu a produzir e vender carvão, pois a gasolina estava confiscada devido a guerra e os automóveis e caminhões foram obrigados a adaptar a alimentação do motor a gasogênio, que é um mecanismo que funciona com a queima do carvão. Então em um dia do outono de 1945, aos céus os sinos anunciaram o fim da guerra e junto da paz veio a chuva, forte e bela trazendo vida aos campos e bosques. A mãe contava que naquele dia inesquecível, os colonos com sua fé inabalável, foram em procissão as igrejas, para agradecer a Deus e Nossa senhora. Porem aquela era uma década de sofrimentos e em 1947, veio a nuvem de gafanhotos, era uma grande onda de insetos que estraçalhava as plantações, trazendo novamente a fome e o desespero.
Assim passaram aqueles tempos difíceis, e quando chegou a nova década, o Senhor-Onipotente olhou aqui pra baixo e com sua bondade infinita fez despontar no horizonte um tempo glorificado na paz e na fraternidade.

Ver toda a postagem/Vedere tutto ››

sexta-feira, 26 de junho de 2020

Programa Brasil Talian con Moacir Lucietto - Parlando dele cavalete e altre robe

Ascoltemo la intervista con Moacir Lucietto:



Programa Brasil talian

Carìssimi ascoltatori dela Ràdio Amici del Talian. Chi ascolta el Programa Brasil Talian (in direta zobia 19:30) ga visto che sempre che possìbile femo intervista con una o altra persona.

Prima de tuto volio dir che go fato qua soto una stampa dove se impara come fermar la ràdio par ascoltar la stòria. E par ascoltar la stòria bisogna strucar (schissar) nel "player" stesso quel'altra stampa che go fato.
Lo stesso se pol far par ascoltare tute le storiete che Ademar Lizot el ghe raconta par noantri qua ntel Sito Brasil Talian.

La intervista de incoi parlemo con Moacir Lucietto de Cascavel-PR, lu el fa programa ntela ràdio Hawai de Capitão Leonidas Marques. Gavemo parlà dela invasion dele cavalete la par i ani 40 de una ciacolada bona parlando anca con altri ascoltatori.Ve invito a tuti anca par acoltar e furse apuntar na intervista con noantri, el Programa Brasil Talian va in onda sempre zóbia 19:30 nel'ora de Brasilia.

Come fermar la ràdio:


Come ascoltar


Ver toda a postagem/Vedere tutto ››

terça-feira, 23 de junho de 2020

El Cambio dei Bambini - Ademar Lizot

Ascolta Ademar Lizot racontando questa stòria:



                           
               El Cambio dei Bambini
   Al s-ciarir de un giorno del mese de maio del 44 ntel ospedal  dela cità de Soledade ga nassesto due tosatei,  un l`era fiol del casal  D`Agostini, contadini dissendente dei imigranti Veneti  e paroni de una pìcola propietà rural,   e quelaltro el zera fiol del casal Borges,  stànsieri gaussi, paroni de una granda propietà rural con slevamento de bovini e nte quel giorno el destin ga parecià na ciavada a quela gente quando la infermiera dela maternità, la se ga sbàlia el nome  co la  identificassion dei bambini,   e i genitori sensa saver i ga porta casa i bambini trucadi.
   El casal D`Agostini gavea scoliesto  un nome pomposo al suo,  un nome in omàgio al  pi importante inteletual dela latinità, el magnìfico poeta e scritor fiorentino Dante Alighieri, autor del capo laoro ” Divina Comèdia.”  El casal Borges de tradission gaussa, i gavea scoliesto al suo un nome de gueriero,  in onor al capo dela Rivolussion Federalista, el General  maragato Gumercindo Saraiva.
   Sensa gnanca una contrarietà, ga passà la infansa dei bambini, un scoltando e el relìnsio dei cavai e quelaltro el grugnido dei bovini, però dopo de diese passà ani,  l`é stà evidente che la fisionimia dei  tosatei e dei genitori, la zera scarssa de someiansa e tutiquanti  i ga  sospetà che i bambini i zera stà scambiadi pena nati, alora i ga andato in serca del ospedal  e  co l`aiuto del prete, le fameie  se ga incontrà e proà desfar quel sbàlio, però i sentimenti i zera belche inradisadi nel cuor dei tosatei che pieni de determinassion, nò i ga mia volesto ritornar ai genitori legìtimi, alora i se gà combinà de sempre trovarse come sei fussi fradei.  
   Dopo la tropìlia dela vita ga portà i tossi de na banda e de altra;  Dante, come sel gavesse el spìrito de Alighieri el ga andato in serca dela coltura e el ga scominsia a studiar come interno ntel seminàrio Diocesano, fursi col intuito de farse prete, però dopo d`un tempo el ga visto che no`l gavea vocassion par la vita religiosa  e el ga deciso de studiar nte  la facoltà de dirito e presto el se ga laureà avocato e dopo promotor de giustìssia e nte la so vita profissional el zera un orador esaltà, del verbo infiamà, paron de una vose potente el ga deventà difensor dei diriti umani e nte la magia del suo lirismo  gavea sempre un messàgio de fradelansa fondamentà nte la verità, a lotan dela odiosità el difendea coraiosamente la causa dei povereti, con giustìssia e igualità.
   Intanto che Dante studiea nte la Università, Gumercindo ga induri ntel laoro stufante dela campagna, e quel giovenot con sàngue  Veneto nte le vene  ga deventà un campero àbile e speriente domador e lassador de cavai,  un gausso coraioso   e  paron de na granda proprietà rural co depi de mila bovini.
 De sta manera ga passà i ani, fin che la par el scominsio dei ani 90, el fiol del stànsiero  Gumercindo el se ga impassionà par la belìssima  fiola del avocato Dante e  ntel giorno che i se ga maridà  el destin  ga serca de fenir  quela incombensa quel gavea parecià al s-ciarir de un giorno  del mese de maio del 44.
Ademar Lizot.

        A Troca dos Bebes
Ao amanhecer de um dia do mês de maio de 1944, no hospital da cidade de Soledade, nasceram dois meninos, um era filho do casal D`Agostini,  colonos descendente de imigrantes Venetos e  o outro era filho do casal Borges, estancieiros proprietários de uma grande área rural com criação de bovinos e naquele dia o destino preparou uma cilada àquela gente quando a enfermeira da maternidade, por engano trocou a plaqueta de identificação dos recém nascidos e depois os pais levaram pra casa os filhos trocados.
O casal   D`Agostini havia escolhido um nome pomposo para seu filho, um nome em homenagem ao maior intelectual da latinidade, o magnifico poeta e escritor Fiorentino Dante Aleghieri, autor da obra-prima a Divina Comédia. O casal Borges, de tradição gaúcha escolheu para o seu um nome de guerreiro, um nome em honra ao chefe da Revolução Federalista, o general maragato Gumercindo Saraiva.
Sem contrariedades passou a infância dos meninos, um escutando o relincho dos cavalos e o outro o grunhido dos bovinos, porém  depois  de mais de dez anos passados, ficou evidente que a fisionomia dos meninos era escarça de semelhança com a dos pais, assim começou a suspeita que eles haviam sido trocados ao nascer. Então procuraram o hospital e com a ajuda do padre da comunidade as famílias se encontraram e tentaram desfazer a troca, porém os sentimentos estavam por demais enraizados no coração dos meninos, que determinados não aceitaram retornar aos pais legítimos.
Depois a tropilha da vida separou os meninos, Dante como se tivesse junto o espirito de Alighieri, procurou a cultura e foi estudar como interno no Seminário Diocesano, talvez com o intuito de tornar-se padre, mas depois de um  tempo confirmou que não tinha vocação para vida religiosa, então decidiu fazer na faculdade o curso de direito e logo formou-se advogado e depois promotor de justiça e em sua vida profissional tornou-se um orador exaltado, do verbo inflamado, com uma voz potente tornou-se defensor dos direitos humanos e na magia de seu lirismo trazia uma mensagem de fraternidade fundamentado na verdade defendia corajosamente a causa do operário e do colono.
Enquanto Dante estudava na universidade, Gumercindo endureceu no trabalho estafante da campanha, e aquele jovem de sangue Venêto nas veias, tornou-se um campeiro experiente, domador e laçador de cavalos,  um gaúcho corajoso, que ninguém pisava no pala.
Desta maneira passaram os anos, até que no começo dos anos 90, o filho do estancieiro Gumercindo apaixonou-se pela bela filha do advogado Dante e, no dia que casaram o destino findou feliz aquela cilada que ele havia preparado àquela gente, no amanhecer de um dia do mês de maio de 1944.

Ver toda a postagem/Vedere tutto ››

segunda-feira, 22 de junho de 2020

Pedro Trichês – Regimento Tiradentes – FEB - Scrito par Fabio Dallò

Pedro Trichês – Regimento Tiradentes – FEB

Pedro Trichês, o possiamo dirghe; Piero. Nassesto a turvo che zera in
quela olta un posto del paese di Araranguá-SC, a 03 di giugno del
1920, fiol di Isaac Trichês e Catarina Neto Trichês. Gà fato soldà ntel la
2ª Guera Mondiale, fu combatente de lo 11º Regimento di fantaria, col
numero 2G- 127.970. Zê stato in guera nel campo dea itália ntel
período di 06/10/1944 a 04/09/1945.
Guadagnó la Medalia di Campagna par che zera anca soldà dea
FEB, combatente in batalia. Dopo, torna a casa de so pare, e a 1953,
se gà maridà con una cusina seconda (Nair Manenti Trichês) e lori gà
fati sei (6) fioi : Madeleine Catarina, Marileine, Mari Stella, Gelson ,
Leosandro Pedro e Alessandra; furse se i se gavesse catadi pi zóvani, gavea fati de pi ancora. Fin a 1970, lu ga restà laorando ntela campagna e anca butava drento la scarsela, un pò di soldi de governo parché zera stato in guera, veramente che meriteva. Quando che se gà fermà di laorar, in
pension, guadagnó la promossion a 2º Sargento del esèrsito, fin
quando ga sarà i òcii par questo mondo a 03/07/1990.
Soi fioi me Gá contà che lu zera giusto e anca amoroso, suonava la
fisarmónica (Sanfona) e cantava par so fioi dormir. Ntel un momento
di dificultà, con un gropo ntel col, el ga vendesto la so " sanfona ", però
nel pensiero sempre di qualche olta, menar un`antra, lu volea che
qualche dun dei soi fioi, chi lo sá, portase vanti questa tradisione.
Quando piero racontava sora i amici che gavea perso ntel la guera,
se vedea qualche làcrime, non mai smentegar da un sargento morto al
meso suoi brassi e tristo parché zera contra i taliani, parché intro le vene
di lu corea el sàngue talian.
Più triste ancora el ga racontà che, so, zio Albino Menegaro e el amico
Iraci Luchina, intro a una tricea su'l Monte Castelo, quando ga casca darente a lori una granata. Dopo quel forte strondo, suo amico Iraci ze sta morto; " Gràssie al Signor " vardando el cielo, zio Albino e lu ancora vivo.
Gavea anca una poareta casera, ndove si menava i soldati maldi e che
gavea li una infermiera ciamada Madeleine, el nome che lu ga metesto
nel la sua prima fiola. Me par che vedo ades Piero, sentà su el casson
de legne rente al fogon, col libro in man e ascoltando la rádio.
Signor da Dio, se me toca racontar tuta la stòria di Piero Trichês,
credo d`star qua tre o quatro di. Alora un naltro tempo , parleremo....... Madona mia,,,,mi go smentegà dea " sanfona ", ma come ? Anca mi suono questa benedeta. Bene, come lu gavea
brai genri, lori el ga dato una sanfona di regalo a Piero, e nantra volta scominsiava a sonar, cantar e far festa insieme a tuta la fameia e i amici in torno.....

Scrito par: Fábio Dallò.
Ver toda a postagem/Vedere tutto ››

sábado, 20 de junho de 2020

O Menino da Porteira em Italiano - Il bambino del Portone

Para ver letra e tradução de outras músicas clique aqui.
Clique aqui para baixar essa música



O Menino da Porteira em Italiano

Molte volte in viaggio per la Via de Ouro Fino
Nella strada io vedo l'immagine di un bambino
Che felice sorridendo mi chiedeva il bambino
Suona il berrante signore sai mi piace di sentire.
Un saluto un abbraccio seguirò il mio cammino
Questa è la mia vita sai che sono un contadino
Mille grazie ragazzino  adesso io partirò
il destino è lontano che te benedica io

Nel percorso della vita ho trovato molte spine
ma nessune così triste che adesso racconto io
Nel ritorno del viaggio ho cercato il mio bambino
Ma lui non era lì come sempre ad aspettare.
Sono sceso dal cavallo per cercare per qualcuno
una donna li piangeva la mamma del bambino
Sei arrivato troppo tardi il ragazzo sta ucciso
Butta via il berrante ormai non serve più.

Per la Via de Ouro Fino lavorando sotto il sole
Quando passo nel portone io rivedo quel immagine
Nei miei occhi una làcrima mi riporta al passato
di quello viso felice dal mio figlio tanto amato
Quella croce nella strada nel mio cuore resterai
Anche ho fatto un giuramento che non scorderò mai più
Anche io perdo il mio rancio la mia vita la fortuna
In questa terra di Dio berrante non suono più.




Texto da música original:

oda vez que eu viajava pela Estrada de Ouro Fino
De longe eu avistava a figura de um menino
Que corria abrir a porteira e depois vinha me pedindo
Toque o berrante seu moço que é pra eu ficar ouvindo
Quando a boiada passava e a poeira ia baixando
eu jogava uma moeda e ele saía pulando
Obrigado boiadeiro, que Deus vá lhe acompanhando
pra aquele sertão à fora meu berrante ia tocando
Nos caminhos desta vida muitos espinhos eu encontrei
mas nenhum calou mais fundo do que isso que eu passei
Na minha viagem de volta qualquer coisa eu cismei
Vendo a porteira fechada o menino não avistei
Apeei do meu cavalo e no ranchinho a beira chão
Ví uma mulher chorando, quis saber qual a razão
- Boiadeiro veio tarde, veja a cruz no estradão
Quem matou o meu menino foi um boi sem coração
Lá pras bandas de Ouro Fino levando gado selvagem
quando passo na porteira até vejo a sua imagem
O seu rangido tão triste mais parece uma mensagem
Daquele rosto trigueiro desejando-me boa viagem
A cruzinha no estradão do pensamento não sai
Eu já fiz um juramento que não esqueço jamais
Nem que o meu gado estoure, e eu precise ir atrás
Neste pedaço de chão berrante eu não toco mais
Ver toda a postagem/Vedere tutto ››

sexta-feira, 19 de junho de 2020

Quantos radialistas temos que fazem programa em Talian?

Quantos radialistas temos que fazem programa em Talian? No Brasil? No Rio Grande do Sul? No sul do Brasil?
É uma pergunta muito importante. O SITE BRASIL TALIAN com o apoio da ASSODITA e outras entidades relacionadas ao Talian coloca essa questão no ar e conta com o apoio de todos para obtermos o maior número de informações possível.

No formulário abaixo você poderá preencher com o nome do locutor, rádio em que trabalha, dia e horário do programa e demais informações relevantes. É fácil, Se tiver dúvidas me chama no whats (54) 9 9606-8941 que tirarei suas dúvidas.

Nem todas as respostas são obrigatórias. Responda aquilo que você souber responder

Essa postagem não é somente para radialistas e diretores de rádio mas sim para todos que queiram contribuir voluntariamente com essa informação tão importante. Tão logo tivermos o resultado estaremos fazendo uma matéria com todas essas informações aqui no site.

Responsável: Jaciano Eccher.

Abaixo do formulário um vídeo explicando como você pode ajudar



Veja o vídeo explicativo:

 
Ver toda a postagem/Vedere tutto ››

domingo, 14 de junho de 2020

Programa Brasil Talian con Jacir Grando

Ascoltemo la intervista con Jacir Grando:



Programa Brasil talian

Carìssimi ascoltatori dela Ràdio Amici del Talian. Chi ascolta el Programa Brasil Talian (in direta zobia 19:30) ga visto che sempre che possìbile femo intervista con una o altra persona.

Prima de tuto volio dir che go fato qua soto una stampa dove se impara come fermar la ràdio par ascoltar la stòria. E par ascoltar la stòria bisogna strucar (schissar) nel "player" stesso quel'altra stampa che go fato.
Lo stesso se pol far par ascoltare tute le storiete che Ademar Lizot el ghe raconta par noantri qua ntel Sito Brasil Talian.

La intervista de incoi parlemo con Jacir Grando, una ciacolada bona parlando un poco de tuto, i primi ani, i laori in campagna de sti ani, dele so mùsiche in talian ensieme con Nilson Ziglioli e altre robe.Ve invito a tuti anca par acoltar e furse apuntar na intervista con noantri, el Programa Brasil Talian va in onda sempre zóbia 19:30 nel'ora de Brasilia.

Come fermar la ràdio:


Come ascoltar


Ver toda a postagem/Vedere tutto ››

sexta-feira, 12 de junho de 2020

La sfortuna de Salvatore Pasqualli - Ademar Lizot

Ascoltemo la stòria racontada par el pròprio Lizot:


   
                    Salvatore Pasqualli

   L`é stà nte una doménega de matina che  ga vignesto la notìssia che i gavea copà  Salvatore Pasqualli e  so caval.   
   Salvatore l`era un giovenot, vinte e pochi ani de eta e ntei bali e feste el zera sempre presente, de bona aparensa e ciacolon, ghe piasea tanto parlar, soratuto co le tose,  cossì  el gavea la fama de galanteador,  sempre con de pi de una morosa e del stesso modo,  de pi de un con voia de  darghe na fila de bastonade. El se stimea pròpio zera de so caval, un tordìlio  con maciete bianche, che trotea altiero, mastegando el freno e bufando  co`i òcii spalancadi.
   L`é stà el Pierin, un  trapel che'l zera sempre metesto in barufe, che ga portà la notìssia, el ga dito che  insieme de Salvatore, i ritornea del baile ntela cità de Soledade e Salvatore el vignea contento e pien de pròsia, parlando sora la tosa belìssima que'l gavea balà tuta  note e dei so giuramenti de amor eterno e malgrado la fusse  fiola d`un  estànsiero che gavea la cativa fama de violento, el volea presto ritornar par torla,  gnanca che fusse de scondion.   Nte quei tempi de rispeto e onor,  cossì che se alsea su le barufe.  I vigneva nte`un troto sensa prèssia, e quando i ga rivà in quel punto in che la stradeta se streta, squasi ntel pass del rieto,  ndove scominsia el bosco, alora i cavai i se  ga fermà e bufà spauridi, come se i fusse drio predir malagràssia e en sèguito  i ga scoltà una s-ciopetada dei veiachi de imboscada e ntel secondo tiro ga cascà par tera el caval,  ferì de morte.  
   Pierin,  spauroso  el se ga sconto in meso al bosco e Salvatore se ga indenocià dadrio de so caval morto,  con dolcessa el ghe ga slisà la grena e come sel fusse drio slisar i cavei d`un bambin el ga giurà vendeta e co la ràbia che lampegia nte le retine el ga scominsia a rebater la fusilaria e quando se ga fini la sucession de sparii  con de due o trè s-ciopetade ghe sbusando la pel, ga sbassà un clamor de morte  e una sanguera forte insieme de una bàrbara dormensa, però el zera ancora in lota e, quando se ga fini le bale, vanti de morir, a colpi de daga el ga fini de strassinàr  i nimighi, confermando che le pròpio giusto quel dito de un  provèrbio gausso che: “ I veiachi i mori svelti, però i bravi i mori pianpianeto”.
  Quando  el delegado ga rivà par registrar la ocorensa, fora  Salvatore  el ga incontra nantri trè  morti. Nò i ga mea identifica nganca un de quel trio e gnanca savesto el motivo de quela bàrbarie, però a soto vos el pòpolo  disea che i trè i zera gente del stànsiero pupà dela tosa belìssima.
  Adesso la nte quel punto ndove la stradeta se streta, squasi ntel pass del rieto, ndove scominsia el bosco, ga quatro crose, trè sensa inscrission e nte quel altra ga un nome: Salvatore Pasquali,  e la inscrission:” Qua riposà in pace un  giovenot che gavea la fama de smoroson e stimea tanto  so caval, un  tordìlio negro con maciete bianche, che trotea altiero, mastegando el freno e bufando co`i òcii spalancadi”.
Ademar Lizot.


Tradução

(Trad.)          Salvador  e  seu Cavalo
Foi num  domingo, que veio a notícia que haviam matado o  Salvador e seu cavalo.
Salvador era um tipo popular na localidade 20 e poucos anos de idade,  de boa aparência e sempre presente nos bailes e festas, de bombacha de dois panos, lenço branco ao pescoço e fama de galanteador, com mais de uma namorada ao mesmo tempo e mais de um disposto a dar-lhe uma surra. Estima tinha por seu cavalo, um tordilho negro com manchas brancas, desses que trotam meio de lado, mascando o freio e bufando com os olhos esbugalhados.
O Pedrinho, um tipo bagaço que estava sempre metido em confusão, foi quem contou o sucedido pois estava junto quando ocorreu o tiroteio. Voltavam de um baile el soledade e Salvador vinha contente, falando da moça linda que havia bailado toda a noite e das juras de amor eterno, e embora ela fosse filha de estancieiro com fama de violento, ele tinha intenção de em breve retornar para busca-la. Naqueles tempo de respeito e honra, assim começavam as contendas. Os dois amigos viajavam num trote sem pressa, e quando chegaram naquele ponto onde a estradinha se estreita, quase no passo do riacho onde começa o mato, os cavalos pararam e bufaram assustados come que prevendo tragédia, mas eles bancaram na rédea quase dentro do mato e foi ali que ouviram um grito de “morre canalha” e já no primeiro balaço planchou-se o tordilho morto.
Pedrinho assustado se escondeu atrás de umas arvores, enquanto Salvador ajoelhado atrás do cavalo, passou-lhe a mão pela crina e jurou vinga-lo,  e com ódio nas retinas começou a revidar o tiroteio e depois de uma sucessão de disparos, quando terminou as balas,  baixou um clamor de morte, uma sangueira forte e uma barbara dormência  e no final com 2 ou 3 balaços, já meio cego mas ainda peleando, agora a golpes de adaga, como que a confirmar aquele ditado gaúcho:  “covarde morre ligeiro e o taura morre aos pouquinhos.”
Quando o delegado foi registrar a ocorrência, além do salvador encontrou mais 3 mortos e o tordilho morto encilhado. Não foi identificado nenhum daquele trio e jamais se soube o motivo daquela barbaridade, mas o povo comentava que aqueles 3 eram gente do estancieiro, pai daquela linda moça.
Hoje em dia, naquele lugar onde a estradinha se estreita, quase no passo do riacho onde começa o mato, tem quatro cruzes, três sem inscrição e na quarta um nome: Salvador com a inscrição aqui descansa um jovem que tinha a fama de namorador e muita estima por seu cavalo, um tordilho negro, que troteava assim meio de lado, mascando o freio e bufando com os olhos esbugalhados.
Ver toda a postagem/Vedere tutto ››

Entrevista con Valter Buffon su'l Programa Brasil Talian

Ascoltemo la intervista con Valer Buffon:



Programa Brasil talian

Carìssimi ascoltatori dela Ràdio Amici del Talian. Chi ascolta el Programa Brasil Talian (in direta zobia 19:30) ga visto che sempre che possìbile femo intervista con una o altra persona.

Prima de tuto volio dir che go fato qua soto una stampa dove se impara come fermar la ràdio par ascoltar la stòria. E par ascoltar la stòria bisogna strucar (schissar) nel "player" stesso quel'altra stampa che go fato.
Lo stesso se pol far par ascoltare tute le storiete che Ademar Lizot el ghe raconta par noantri qua ntel Sito Brasil Talian.

La intervista de incoi parlemo con Valter Francisco Buffon de Ana Rech, Caxias do Sul, una ciacolada bona parlando un poco de tuto, del so posto, la stòria del ospedal dei mati, ciàcole, dela Ràdio Radise che lu el ga fato a pochi ani e altre robe.Ve invito a tuti anca par acoltar e furse apuntar na intervista con noantri, el Programa Brasil Talian va in onda sempre zóbia 19:30 nel'ora de Brasilia.

Come fermar la ràdio:


Come ascoltar


Ver toda a postagem/Vedere tutto ››

quarta-feira, 10 de junho de 2020

El vin del Talian - Wilson Canzi

Clique aqui para mais músicas com letra e tradução
Clique aqui para baixar essa música

Confira o vídeo e já se inscreva em nosso canal


Versão original (Talian)
Wilson Canzi


Rit:
Vin, vin del Talian, bevian, bevian
Vin, vin del Talian, bevian, bevian che andian lontan

Vin essensia de vita quel che invita a nò bever presto
Vin caro amico mio, regalo che Dio anca lu ga piasesto

Vin fato de ua dela man tua Baco benedeto
Vin se beve e se canta, dopo dea zanta un bel tocheto.

Rit:
Vin, vin del Talian, bevian, bevian
Vin, vin del Talian, bevian, bevian che andian lontan

Vin che fa cantar, dopo balar fin tardeto
Vin de tuti taliani, bravi brasiliani del nostro paeseto

Vin quel del paron soto el poron ben frescheto
Vin, vin questo si va ben tuti i di un bel biciereto

Rit:
Vin, vin del Talian, bevian, bevian
Vin, vin del Talian, bevian, bevian che andian lontan

Vin bianco o nero questo le vero sbrìssia s-ceto
Vin bicier a bicier l'e sempre un piaser diz el noneto

Vin con grande onor giuta far l'amor co'l nostro moreto
Vin le vita e salute che Dio ve giute Signor Benedeto

Rit:
Vin, vin del Talian, bevian, bevian
Vin, vin del Talian, bevian, bevian che andian lontan

Tradução para português

Ref:
Vinho, vinho do italiano, bebamos, bebamos
Vinho, vinho do italiano, bebamos, bebamos que vamos longe

Vinho essência de vida aquele que convida a beber devagar.
Venho querido amigo presente que Deus também gostou

Vinho feito de uva da tua mão Baco Bendito
Vinho se bebe e se canta depois da janta um bom pouco

Ref:
Vinho, vinho do italiano, bebamos, bebamos
Vinho, vinho do italiano, bebamos, bebamos que vamos longe

Vinho que faz cantar e depois dançar até tarde
Vinho de todos italiano e brasileiros de nosso país

Vinho aquele do patrão embaixo do porão bem fresquinho
Vinnho, vinho sim que faz bem todos os dias um bom copo

Ref:
Vinho, vinho do italiano, bebamos, bebamos
Vinho, vinho do italiano, bebamos, bebamos que vamos longe

Vinho tinto ou branco isso é certo desliza certinho
Vinho copo a copo é sempre um prazer diz o avozinho

Vinho com grande honra ajuda fazer amor com o amorzinho
Vinho é vida e saúde que Deus vos ajude Senhor Bendito

Ref:
Vinho, vinho do italiano, bebamos, bebamos
Vinho, vinho do italiano, bebamos, bebamos que vamos longe





Ver toda a postagem/Vedere tutto ››

sábado, 6 de junho de 2020

Stravagansa de Vècio - Ademar Lizot

Ascoltemo la stòria co la voce del Lizot: 


                                                                                                    

Stravagansa de Vècio
   Una volta el nono me ga dito che deventar vècii l`é  compagno de andar par una stradeta sbandonada  ndove se camina ressegnà e sensa ràbia menando nte le spale la carga dei ricordi del passà e che nte le preghiere tante volte se fà la domandà de ritornar a la infansa dela vita, come se fusse consedìbile par el Signor-Onipotente questo regalo e in questa soprema domandà, i vècii i ghe piaseria de ritornar na mùcia de ani indrio, anca che fusse un giorno solo par trovar la so benedeta inossènsia, i dolci ani dela so infansa e gioventù. Nò i volaria mia soldi, gnanca fortuna, volaria solche la so ànima lìmpida e pura de tossatel par  sentàr nantra volta nte  la cassa dela legna, dadrio del fogon, e fermi scoltar quele  parole de dolcessa e simplissità del  pupà e mama,  sguardarli  sani e felisse drio ciacolar nte`una matina freda del inverno, co  la fumana del fogon drio alsarse su al cielo e nte la note del quel giorno, vanti de butarse  zo nel leto guadagnar un bàcio dei lavri dolci dela mama e sentir la man pesada del pupà sparpaiar i soi cavei.
   Ma anca pol èsser che sia solche  na mania dei vècii ricordar el passà e dir che la infansa l`é stà el paesel del suo paradiso, in che i zera sani e felice, un paesel de cielo  lìmpido,  campi fiori,  boschi verdegianti e sempre primavera, in che se scoltea solche el osamento dei oseleti, el grugnido dei bovini e el relìnsio dei cavai, un paesel sensa dèbite par pagar, sensa  delinchenti, sensa falssità  e sensa orgòlio, cossì  l`é stà  un pecà quando se ga fini la nostra infansa, parchè compagno che ga tocà al Adão e Eva dopo che i ga magnà el pomo proibido,  anca a noantri semo paradi via del paradiso, e quela volta el signor  ga dito:..-Voialtri gave de magnar el pan de ogni giorno co`l sudor che ghe core zo par el viso, gave de sentir el fredo inclemente del inverno e riposar par sora del nudo teren e de sta manera, parvia de questo castigo,  ga tocà a i òmeni  le  malatie, guere,  misèrie e arogansa.  Tutavia el Signor nte la so bontà sensa fin el ga regala la umanità  co`l bambin Gesù che a ogni nadal el porta un mensàgio de fradelansa e amor////, però ga tanti  che sedusì par i soldi, nò i ga mia la capassità de capir questo benedeto menssàgio de fradelansa.
    Però anca mi che adesso son meso fiaco par i fredi de giugno e sensìbile al vent gelà del agosto e a ogni giorni caminho con de lentessa,  par una stradeta sbandonada e bianca come el sal, co`l sentimento  che`l  tempo el me scampa via fra i dei  come sel fusse un  pess sbrission  e  i ricordi del passà i ze la mia  ùltima stravagansa co`l consolo che me ga vansa ancora una s-cianta de coraio par lotar fin la ùltima s-ciopetada.  
Ademar lizot.

Ver toda a postagem/Vedere tutto ››

quinta-feira, 4 de junho de 2020

Quatro palavras em quatro línguas edição 1 - Quattro parole in quattro lingue, edizione 1

Assista o vídeo/Guarda il vidio:


Português

Já está disponível no canal Brasil Talian no Youtube o nosso primeiro vídeo que se chama "Quatro palavras em quatro línguas". A ideia é fazer sempre que possível. As palavras apresentadas serão comparadas nas línguas, Português, Italiano, Vèneto e Talian.
Aconselhamos ver o vídeo porque foram apresentados detalhes e curiosidades importantes sobre cada uma delas.

Italiano

Il nostro primo video, chiamato "Quattro parole in quattro lingue", è già disponibile sul canale Brasil Talian su Youtube. L'idea è di farlo quando possibile. Le parole presentate saranno confrontate nelle lingue, portoghese, italiano, veneto e taliano.
Ti consigliamo di guardare il video perché sono stati presentati dettagli e curiosità importanti so ciascuna di essi.

Vèneto

El nostro primo vìdeo, ciamà "Cuatro parołe in cuatro łéngue", xà el ghe xe sol canal Brasil Talian in Youtube. Ła idea ła xe cheła de farlo co xe pusìbiłe. Łe parołe prexentae łe vegnarà confrontae inte łe łéngue: Portoghexo, Italian, Vèneto e Talian.

Te racomandemo de vardar el vìdeo, parché i xe stai prexentai detaji e curioxità racuanto inportanti so ogni paroła.

Talian

Ze belche disponìbile su'l canal Brasil Talian ntel Youtube el nostro primo vìdio che se ciama "Quatro Parole in Quatro Léngue". La idea ze farlo sempre che possìbile. Le parole presentate le sarà comparate nele léngue Portoghese, Italian, Vèneto e Talian.
Ma ze bon vardar el vìdio parché gavemo altre curiosità importante sora ogniuna de lore



Postagem/Publicassion/Pubblicazione/Publicasion:
Jaciano Eccher e Manuel Rubin
Ver toda a postagem/Vedere tutto ››

terça-feira, 2 de junho de 2020

Mèlquio Carteri ntel Programa Brasil Talian

Ascoltemo la intervista con Mélquio Carteri:

Programa Brasil talian

Carìssimi ascoltatori dela Ràdio Amici del Talian. Chi ascolta el Programa Brasil Talian (in direta zobia 19:30) ga visto che sempre che possìbile femo intervista con una o altra persona.

Prima de tuto volio dir che go fato qua soto una stampa dove se impara come fermar la ràdio par ascoltar la stòria. E par ascoltar la stòria bisogna spunciar nel "player" stesso quel'altra stampa che go fato.
Lo stesso se pol far par ascoltare tute le storiete che Ademar Lizot el ghe raconta par noantri qua ntel Sito Brasil Talian.

La intervista de incoi parlemo con Mélquio Carteri, una ciacolada bona parlando dela cità de Três Palmeiras, i primi ani, i laori in campagna de sti ani e altre robe.Ve invito a tuti anca par acoltar e furse apuntar na intervista con noantri, el Programa Brasil Talian va in onda sempre zóbia 19:30 nel'ora de Brasilia.

Come fermar la ràdio:


Come ascoltar


Ver toda a postagem/Vedere tutto ››

quarta-feira, 27 de maio de 2020

La Voce di Maria - Música religiosa linda

Para ter acesso a letra e tradução de outras músicas, clique aqui
Para baixar essa música clique aqui

Confira o vídeo





 Italiano Português

La Voce di Maria, A voz de Maria dentro l’anima mia, Dentro de minh'alma come um balsamo scende Como um balsamo desce sulle ferite e le porta via. Sobre as feridas e as leva embora La Voce di Maria, A voz de Maria dolce melodia, Doce melodia
che ci porta il ciore que nos leva o coração Sempre di più sempre mais nel Cuore di Gesù. No coração de Jesus Le mani di Maria, As mãos de Maria sopra l’anima mia Sobre minha alma santa Benedizione, Santa benção la Sua Protezione per la vita mia. A sua proteção para minha vida La Voce de Maria, A voz de Maria le mani dei Maria, As mãos de Maria il Suo sorriso dolce O seu doce sorriso che ci fa cantare: Que nos faz cantar sei la Mamma mia. És minha mãe (Strumenti) Gli occhi di Maria, Os olhos de Maria dentro l’anima mia, Dentro de minha alma scavano dritto nel cuore, Cavam direto no coração sciogliendo il gelo e se lo porta via. Derretendo o gelo e o levam embora L’Amore di Maria, O amor de Maria dolce poesia, che sussurra Doce poesia que sussurra al cuore sempre di più No coração sempre mais il Nome di Gesù. O nome de Jesus Lo sguardo di Maria, O olhar de Maria dentro l’anima mia, Dentro de minha alma la Sua Tenerezza, A sua ternura splendida Bellezza, Esplendida beleza immensità, armonia. Imensidão, harmonia La Voce di Maria, A voz de Maria lo sguardo di Maria, O olhar de Maria il Suo sorriso dolce O seu sorriso doce che mi fa cantare: Que me faz cantar sei la Mamma mia. És minha mãe




Ver toda a postagem/Vedere tutto ››

segunda-feira, 25 de maio de 2020

Em poucos dias duas perdas para o Talian

Noticiamos a poucos dias aqui no Site Brasil Talian a morte de Darcy Luzzato como você pode conferir a notícia clicando aqui e agora com tristeza noticiamos que em poucos dias o Grupo Ricordi dela Itália de Constantina-RS, grupo esse que fervorosamente mantém viva a chama da nossa cultura com o famoso Jantar Italiano denominado Filò e Pansa Piena, programa de rádio e muito mais perdeu dois integrantes.
No dia 16 de fevereiro faleceu Ademar José Berlezi  aos 69 anos de idade, segundo Gizele Lazzaretti integrante do grupo Ademar era muito participativo e sempre estava envolvido integrado também em outros grupos sociais como o grupo da 3 idade e participava da Liderança da Cresol e do Hospital AHCROS.
Agora nesse dia 24-05-2020 as 9 horas faleceu o sócio Antônio Bonfanti ele era bastante conhecido pela forte presença no meio rural, ele também fazia parte do grupo cultural Ricordi Della Itália e era um incentivador do turismo rural regional. Na Linha Bonfanti, onde residia, era um dos anfitriões, com a esposa Ivete, quando ocorriam recepções aos mais diversos grupos de visitantes na propriedade da família, onde ainda existe um casarão antigo e um moinho, onde está instalado um espaço comercial da família – produtora de suínos e grãos.

Antônio tinha 63 anos e estava internado no hospital de Constantina. Ele deixa esposa Ivete e os filhos Andrei e Maurício.






Ver toda a postagem/Vedere tutto ››

domingo, 24 de maio de 2020

Gioachin e so Relìchia - Ademar Lizot

Ascoltemo la bel a stòria del Ademar Lizot: 


   
                                             Gioachin e so Relìchia
  De giovenot go cognossesto el vècio Gioachin,  setanta passà ani el gavea de eta e el vivea  lu sol nte un  ràncio tacà a la strada.  De suo, el gavea solche un caval baio roano, vècio pròpio squase sensa servintia, un cagnet pien de puldi e un cortel d`argento, relìchia che`el gavea eredità de suo pupà. L`éra un tipo  sensa malìssia e del rispeto, de quei che i và via sensa budande, ma nò sensa el cortel nte la sintura. Par guadagnar qualche schei el fea pìcoli laori, come spacar legna, taiar grama o sapar qualche teren e sempre insieme con so cagnet. A le volte  quando qualche trapel gnorante lo stighea, i fea  a lontan, parché i gavea paura dela so relìchia d`argento.  Nte  la bodega el bevea  vin o  caciassa e,  dopo che'l bagnea la gola, se gavea qualchedun con passiensa par scoltar, alora  el contea la stòria  del tempo che`el zera domador de cavai, ntei campi de Soledade e anca quando el gavea lotà ntela Rivolussion del 30,  soldà soto el comando del capo Getúlio Vargas e in quel momento  pien de pròsia e gesti,  scavenssea in su la ala del capel,  slisea i mostàcii e contea  che nte un 24 del otobre, lu insieme dei altri rivolussionàrii i ga ligà i  cavai ntel obelisco, nte la cità del Rio de Janeiro e quando se domandea dela so fameia, alora stea pensativo, ciapea el cortel dela sintura e un toco de fun dela scarsela e scominsiea a pareciar un sìgaro, dopo se alsea su e andea via.  Cossì transcorea so veciàia e posso dir che  tutiquanti lo volea ben e de sta maniera ga passà i ani,  fin che nte un giorno, un  sabo de matina  ga capità ntela bodega, solche el cagnet del  Gioachin, el se ga postà ntel scalin  dela porta grugnindo come sel fusse drio pianzer, i ga proà pararlo via, però el grugniva pi forte, alora un tosatel  ga  risolvesto córerghe adrio e quando el ga rivà rento del ràncio el  ga incontrà el vècio butà zo  par sora dei pelegri, el ga proa desmissiarlo, però  no`l tirea pi el fià, alora svelto el ga ritornà par avisar el sucedesto.
    Con so bambàcie taconade, stivai sbusadi, fassoleto bianco nel col e de na banda la so relìchia d`argento, cossì l`é stà sepoli nte un semitero meso sbandonà par sora de na colina con  poche persone presente, gnanca un parente, solche  el prete che`l zera una ànima giusta, el ga vignesto dir una preghiera.   Nissun ga pianzesto,  làgrime solche  del cagnet che grugniva tristo.
   Dopo de tanti ani pol èsser che ntel di dei morti una ànima caritosa mena un massolin de gìlii bianchi, a la tomba del vècio Gioachin, un omo de coraio che`l ga diventà incrèdolo del tut, parvia che`l se ga incorto che i imbroini i se cava fora sempre mèio e i porigrami no i ga nissun par lori e che ntela so veciàia ghe ga vansà solche el cortel d`argento, relìchia del suo pupà, un caval baio roano meso sensa sirventia, un  cagnet pien de puldi e  el strèpido del vent sufiando  traverso le sfese del ràncio.
Ademar Lizot.


                           Joaquin e sua Reliquia
  Ainda menino conheci o velho Joaquin, setenta e la vai chumbo a sua idade, era um solitário que vivia num rancho na beira de um corredor, de seu tinha somente um petiço baio ruano, já velho e quase sem serventia, um cachorro de perna curta e cheio de pulgas e uma faca prateada, relíquia que herdou de seu pai. Era reservado e sem malicia, aquele tipo que anda sem cueca, mas não sem a faca na cintura e estava sempre acompanhado de seu cachorro.  Para ganhar alguns trocados fazia pequenos serviços, como rachar lenha, cortar grama, carpir algum terreno e depois com os trocos no bolso ia contente à bodega para beber vinho ou cachaça e depois de molhar a goela com 2 ou 3 goles, então se tinha alguém paciencioso para ouvi-lo, então contava sempre uma mesma história gravada em sua memória, de quando foi domador de cavalos nos campos de Soledade e da vez que foi soldado na revolução de 30, sob o comando de Getúlio Vargas, então cheio de prosa e gestos, alevantava a aba do chapéu e alisava o bigode para dizer que no dia 24 de outubro, junto com os outros gaúchos revolucionários ele atou seu cavalo no obelisco na cidade do Rio de Janeiro. Quando se pedia de sua família, ai ficava em silencio, sentava quieto num canto, sacava a faca da cintura e começava a alisar uma paia pro cigarro. Assim transcorria sua velhice, naquela cidadezinha onde praticamente todos lhe queriam bem, embora as vezes sempre tinha algum ignorante, desprovido de respeito que o provocavam, mas sempre de longe, pois covardes que eram, tinha medo da coragem do velho e sua faca, mais cortadora que aspa de boi brasino.
Foi num sábado cedinho, antes das oito, que apareceu na bodega o cachorrinho do velho Joaquim, chegou fazendo um latido lamentoso e sentou-se nos degraus da escada em frente a porta, tentaram enxota-lo mas ele saia e voltava grunhindo triste, então um menino o acompanhou e quando chegou encontrou o velho deitado sobre os pelegos, tentou acorda-lo, porem viu que não respirava mais, então voltou correndo para avisar a todos.
  Foi sepultado com sua bombacha remendada, botas furadas na sola e lenço branco no pescoço e naquele cemitério abandonado na campanha poucos se fizeram presentes, o padre que era uma alma justa rezou encomendando a alma, ninguém  chorou, somente o cãozinho  verteu lágrimas com seu grunhido triste.
Agora depois de tantos anos, talvez no dia de finados alguma alma caridosa leve flores na sepultura do velho Joaquim, um homem que virou descrente de tudo, pois entendeu que os velhacos sempre se dão bem, enquanto aos pobres por eles ninguém tem e na sua velhice só lhe sobrou a faca prateada relíquia de seu pai, o petiço velho sem serventia, o cachorrinho pulguento e o estrépito do vento assobiando através das frestas do rancho.

Ver toda a postagem/Vedere tutto ››